Em nova estratégia, Renault vai se tornar ''menos Dacia'' no Brasil

Francesa não vai mais compartilhar modelos com a subsidiária romena
Renault Koleos 2017

Renault Koleos 2017 | Imagem: Divulgação

A Renault parece determinada em mudar um pouco o foco de oferecer apenas produtos de baixo custo em mercados emergentes como o Brasil e a Rússia. Segundo uma informação apurada pelo Automotive News Europe, o chefe de design da marca francesa, Laurens van den Acker, foi taxativo em seu desejo de contar com uma gama global de veículos Renault para melhorar o posicionamento da marca em certos países.

Quando questionado pelo time do periódico europeu, Acker explicou que a ideia é substituir modelos como o Logan e o Sandero por uma nova gama de compactos com a chancela da Renault. Caberia a Dacia seguir oferecendo as novas gerações do sedã e do hatch nos mercados onde já opera atualmente. A única exceção será o Duster, que ainda poderia figurar com o logotipo da Dacia e da Renault dependendo do país. De acordo com o principal executivo da Renault na área de design, ainda não existe previsão de quando esses sucessores do Sandero e Logan desenvolvidos pela marca francesa poderiam ser revelados. 

Vale a pena destacar que um ótimo início dessa nova estratégia da Renault é o “SUV-cupê” Arkana, revelado no Salão de Moscou e que será produzido no Brasil provavelmente a partir da próxima década.

Modelos como o Clio, Mégane, Scénic, dentre outros que compõem a gama atual da Renault na Europa tornaram-se sofisticados e caros demais para serem comercializados no Brasil, o que inviabiliza a produção ou a importação de uma forma competitiva no mercado. De qualquer forma, produtos recentes como o Volkswagen Polo brasileiro mostram que existe uma demanda do público brasileiro por modelos com um pouco mais de tecnologia e refinamento construtivo do que a atual dupla Sandero e Logan hoje é capaz de entregar. E é nesse sentido que a Renault quer voltar a resgatar as glórias do passado aqui no Brasil com produtos diferentes dos europeus, mas com um pouco mais de refinamento do que a Dacia oferece em seus automóveis.

Certamente essa movimentação da Renault será muito interessante sobretudo aqui no Brasil. Vamos acompanhar todos os detalhes de perto e, é sempre bom lembrar, que neste ano a marca lança a picape média Alaskan aqui no Brasil. A apresentação está confirmada para o Salão de São Paulo, programado para ocorrer em novembro. 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!