EQ1 é a prova que carros chineses elétricos não estão longe dos modelos ocidentais

Modelo subcompacto da Chery, que acaba de ganhar melhorias, já vendeu 200 mil unidades desde que foi lançado, em 2017
Chery EQ1 2021

Chery EQ1 2021 | Imagem: Divulgação

Se em matéria de carros a combustão, os chineses demoraram um certo tempo para alcançar os modelos de marcas tradicionais, quando o assunto é eletrificação, eles não estão tão distantes, se é que não estão até à frente em alguns aspectos.

Uma prova disso é o Hong Guang MINI EV, da Wulling, que só no ano passado emplacou 112 mil unidades vendidas. O modelo urbano, no entanto, não foi pioneiro, honra que coube ao EQ1, da Chery.

A montadora lançou seu pequeno elétrico a bateria em 2017 e atingiu 200 mil unidades vendidas recentemente. O EQ1 lembra um “smart” chinês, mas possui quatro lugares, 3,2 metros de comprimento, 1,67 m de largura e entreeixos de 2,15 m. Ele pode atingir 100 km/h e rodar por 301 km com uma carga total.

Segundo a montadora, o EQ1 passou a incorporar novidades técnicas como um sistema de estacionamento automático, acionamento do ar-condicionado remotamente e agendamento da recarga da bateria, entre outros.

O pequeno elétrico também conta agora com um novo motor, mais leve e que consome menos energia. A Chery também aprimorou detalhes menos visíveis, mas importantes como o uso de uma grade à prova de poeira e à prova dágua, sistema de gerenciamento de controle térmico de alta sensibilidade e sistema de proteção de segurança de alta tensão.

O interior do EQ1 traz uma central multimídia em formato vertical além de painel de instrumentos totalmente digital de 10 polegadas de alta definição. Segunda a marca, o veículo é "equipado com sistema de comando de voz com inteligência artificial, carregador de celular wireless e sistema Baidu Car-Life e Wi-fi 4G".

A montadora comemorou o fato de em junho ter obtido vendas de 7.226 veículos elétricos na China, uma alta de 158% em relação ao mesmo período de 2020. No primeiro semestre, foram 33,4 mil carros elétricos, mais do que o dobro do ano passado.

No Brasil, a CAOA Chery trouxe um lote do sedã Arrizo 5e em 2019, mas não voltou a anunciar novidades na área, por enquanto. É de se esperar, no entanto, que novidades surjam num futuro não tão distante, já que a montadora tem investido nesse tipo de veículo cada vez mais.

Chery EQ1 2021
Chery EQ1 2021
Imagem: Divulgação