Estoque da Hyundai pode zerar nos EUA

Modelos como Equus e Genesis terão vendas afetadas por causa da greve na Coréia do Sul; Grupo Caoa não soube informar se crise afetará vendas no Brasil

Hyundai Equus | Imagem: Divulgação

A Hyundai dos Estados Unidos pode passar por sérios problemas nos próximos dias. Embora a greve dos funcionários na Coréia do Sul tenha chegado ao fim – 53% dos trabalhadores aprovaram o acordo proposto pela empresa, em que um dos pontos importantes é a eliminação do turno de produção noturno –, de acordo com a agência de notícias Reuters, a marca corre o risco de ficar sem veículos importados para vender no mercado norte-americano.

Dois dos modelos que terão as vendas afetadas são os sedãs Equus e Genesis, produzidos na fábrica coreana de Ulsan. Segundo o presidente da divisão norte-americana da Hyundai, John Krafcik, cerca de 10.000 veículos podem deixar de ser comercializados por lá.

Leia também: Hyundai pode dividir revendas com Caoa

Embora a fabricante esteja passando por essa crise, no mês de agosto registrou alta de 4% nas vendas nos Estados Unidos, contrariando queda de 5% no resultado global da marca.

No Brasil

Ainda não há informações de como essa crise pode afetar o desempenho da Hyundai no Brasil – lembrando que, com exceção do crossover Tucson e do utilitário HR, todos os veículos da montadora vendidos pela Caoa são importados do país asiático.

AUTOO entrou em contato com a marca, porém, até o fechamento desta reportagem, não havia informação oficial sobre a possibilidade de as vendas no Brasil serem afetadas.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!