Fiat Cronos terá quatro versões no Brasil

Rival para o Volkswagen Virtus e Honda City, novidade chegará às concessionárias em março
Fiat Cronos 2018

Fiat Cronos 2018 | Imagem: Divulgação

O Volkswagen Virtus roubou a cena em janeiro, chegando ao mercado embalado por um pacote bem completo, com amplo espaço interno, um design acertado e conjuntos mecânicos eficientes. O Honda City estreará neste mês sua linha 2018 trazendo novidades estéticas e visuais. E quem não quer ficar de fora dessa festa é a Fiat, que vai lançar o Cronos, sedã derivado do projeto do Argo, também em fevereiro.

Desde o início dos rumores sobre o que a Fiat estava planejando com o Cronos, tratado nos bastidores como projeto X6S, o time da montadora italiana sempre fez questão de destacar que ele não seria um “Argo sedã”, mas um modelo que alguns traços e identidade singulares.

Começando pelo visual, o Cronos terá um capô exclusivo, bem como a grade dianteira também é diferente da vista no Argo. Ela é mais fina e longa, uma tentativa de melhorar a noção/impressão de largura do sedã, uma característica valorizada para esse tipo de modelo.

Como é possível ver nas imagens, tanto o Cronos como o Virtus são dois sedãs que contam com traços muito elegantes e refinados, fruto também da necessidade de atrair clientes de segmentos superiores em relação aos sedãs compactos tradicionais, que buscam modelos mais sofisticados.

Até onde se sabe, o Fiat Cronos terá três versões, no caso a Drive 1.3 manual, Drive 1.3 GSR (automatizada), Precision 1.8 manual e Precision 1.8 automática, com preços que devem variar de R$ 60.000 a R$ 80.000, ou passando um pouco disso com todos os opcionais que serão disponibilizados para a versão Precision, portanto um intervalo de valores e posicionamento similares aos do VW Virtus.

É bem possível que a Fiat adote para o Cronos uma composição de versões próximas às do Argo. Logo, mesmo a opção topo de linha Precision deverá oferecer itens opcionais como os airbags laterais (de série em todas as versões do Virtus), rodas de liga leve aro 17”, revestimento interno de couro, dentre outros equipamentos. Falta ao modelo recursos como o painel de instrumentos digital (opcional no Virtus Highline), bloqueio eletrônico do diferencial (de série no Virtus Comfortline e Highline), dentre outros.

Com uma plataforma não tão modularizada como a MQB da Volkswagen, a Fiat não conseguiu mexer no entre-eixos do Cronos em relação ao Argo, sendo que ambos permanecem com 2,52 m. No caso do Virtus, essa distância é bem maior e atinge 2,65 m, o que permite ao VW oferecer muito espaço para os ocupantes do banco traseiro. A Fiat até que tentou disfarçar essa questão adotando soluções drásticas, como um redesenho do banco traseiro, mas a cabine será praticamente a mesma do Argo. O hatch até que acomoda com conforta quatro adultos, mas a bordo do Virtus até 5 passageiros se instalam com bem mais espaço e área livre para cabeça, pernas, joelhos e tronco.

Com capacidade para 525 litros de bagagens, o porta-malas do Cronos será um dos melhores do mercado e praticamente empata com os 521 litros que você pode carregar no VW Virtus. Se ambos estão um pouco longe de modelos como o Toyota Etios Sedã e seus 562 litros, ninguém pode reclamar dos compartimentos de Cronos e Virtus, os quais são mais do que suficientes para atender as necessidades de uma família.

Cronos e Virtus chegarão ao mercado em março e só a partir daí veremos qual será a reação dos consumidores. Ao lado do Honda City 2018, o trio formará as melhores opções para quem quer um sedã com um nível de acabamento e tecnologias superiores em relação aos compactos, mas ainda não pode (ou não vê a necessidade) de subir ao nível dos sedãs médios.

E você, entre Volkswagen Virtus e Fiat Cronos, qual seria sua escolha até o momento?

Assine a newsletter semanal do AUTOO!