Fiat Pulse vai mal em teste de colisão e fica com duas estrelas

Latin NCap aponta baixa pontuação para a proteção infantil; Fiat diz que SUV já teve melhorias
Fiat Pulse em teste de colisão do Latin NCap

Fiat Pulse em teste de colisão do Latin NCap | Imagem: Divulgação

O Latin Ncap, órgão responsável por testes de colisão dos carros vendidos na América Latina, deu a nota de duas estrelas para o Fiat Pulse. A escala vai até cinco. Segundo a entidade, o SUV tem “limitada proteção lateral para a cabeça oferecida aos ocupantes, a baixa pontuação para a proteção dos ocupantes infantis”.

Além disso, os testes mostraram que a falta dos lembretes de cinto de segurança traseiro, bem como a disponibilidade limitada do ADAS, entre outros aspectos, impedem que o veículo obtenha melhores classificações de estrelas.

VEJA TAMBÉM:

Segundo o relatório, o Pulse alcançou 67,18% em ocupante adulto, 55,88% em infantil, 45,39% em proteção de pedestres e usuários vulneráveis das estradas e 55,81% em assistência à segurança. O veículo foi testado em impacto frontal, impacto lateral, impacto lateral de poste, chicotada cervical (whiplash), proteção de pedestres e testes de ESC/Moose (teste do alce, com mudança brusca de direção para desvio de obstáculo).

O teste também mostrou que o SUV apresentou estrutura estável e a área dos pés também foi considerada estável no impacto frontal. O impacto lateral ofereceu proteção total para adultos. O teste de colisão de impacto lateral de poste mostrou níveis de proteção de marginal a bom, no entanto, a cobertura limitada do sistema de proteção lateral para a cabeça penalizou a pontuação geral do carro na proteção do ocupante adulto.

Fiat Pulse em teste de colisão do Latin NCap
Fiat Pulse em teste de colisão do Latin NCap
Imagem: Divulgação

Já a proteção do ocupante criança foi afetada negativamente pela proteção limitada da cabeça do dummy de 3 anos no impacto frontal e lateral. O boneco utilizado no teste estava preso em cadeirinha. “O espaço limitado para a instalação dos SRIs [sistema de retenção infantil] ISOFIX maiores e a disponibilidade dos SRIs também afetaram negativamente a pontuação de proteção infantil”, afirmou o relatório.

“A Stellantis demonstrou com o Fiat Pulse que pode incorporar os requisitos do Latin NCAP desde o início do desenvolvimento de um novo modelo. Entretanto, a estratégia de segurança demonstrou não ter a robustez necessária, especialmente em relação à proteção da cabeça em caso de impacto lateral, ao desempenho estrutural em testes de colisão e à disponibilidade do AEB, que precisam ser melhorados”, disse Alejandro Furas, Secretário Geral do Latin NCAP.

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Procurada, a Fiat disse que o carro testado estava desatualizado. Em nota, a empresa disse que relatou as diferenças entre o modelo avaliado e o que é produzido atualmente com melhorias no sistema de aviso do uso do cinto de segurança, mas foi ignorada. Segue abaixo a íntegra do comunicado.

"A Stellantis recebe os resultados da Entidade em questão, respeitosamente, mas com muita surpresa. Isso porque as diferenças entre o modelo avaliado (desatualizado) e o produzido foram relatadas, mas ignoradas pela Entidade. A Stellantis South America segue com foco total no cliente, na evolução constante da segurança veicular e no respeito à legislação, além de manter o maior, mais completo e moderno Centro de Segurança Veicular do Hemisfério Sul e afirma que o modelo em questão é um dos mais seguros do segmento."

Veja o vídeo

Recomendados por AUTOO

Youtube
Nova Chevrolet Spin 2025

Nova Chevrolet Spin 2025

Minivan renovada quer fazer frente aos quase SUVs do mercado
Aviação
Argentina terá caças F-16

Argentina terá caças F-16

Jato supersônico é rival do Saab Gripen, da Força Aérea Brasileira. Veja quantos aviões nossos vizinhos compraram
AUTOO
Siga o AUTOO em nosso canal no WhatsApp

Siga o AUTOO em nosso canal no WhatsApp

Acompanhe as notícias sobre automóveis do site de forma mais rápida e prática!