Fiat Scudo faz 12,4 km/l na cidade, custa pouco para manter e quer se destacar entre os furgões

Modelo será oferecido nas versões Cargo e Multi, além da opção 100% elétrica e-Scudo
Fiat Scudo 2023

Fiat Scudo 2023 | Imagem: Divulgação

Como já havia antecipado, a Fiat realizou nesta quinta-feira (23) a apresentação do Scudo no mercado brasileiro. 

A novidade chega para ocupar o lugar deixado pelo Doblò Cargo no portfólio da marca, situando-se entre o Fiorino, modelo compacto capaz de transportar 3,3 m³, e o Ducato, que tem configurações entre 8 e 15 m³. Em seu compartimento de carga, o Scudo pode acomodar 6,1 m³ (6.100 litros). 

Logo de cara, a Fiat também já confirmou a oferta da configuração 100% elétrica do furgão, chamada e-Scudo, para atender empresas mais ligadas às demandas ESG em seus negócios. 

Nos catálogos térmicos, o Fiat Scudo será movido exclusivamente pelo motor 1.5 turbodiesel capaz de oferecer até 120 cv e 30,5 kgfm de torque.

Graças à presença do start-stop, o Scudo será capaz de alcançar consumo médio de 12,4 km/l na cidade, um dos melhores da categoria. Com tanque para 69 litros de combustível, a autonomia do modelo gravita em 800 km. 

Segundo projeções da Fiat, considerando que alguns concorrentes do Scudo entregam médias de consumo urbano na casa de 10 km/l, após percorrer 100 mil km o dono de um Scudo terá alcançado uma economia de R$ 12 mil com combustível na comparação com os outros modelos. 

O Scudo turbodiesel conta com câmbio manual de 6 marchas, tração dianteira e o consumo rodoviário é de 11,9 km/l. O modelo pode movimentar até 1,5 tonelada de carga e, como preconiza a legislação vigente, conta com tanquinho para mistura de água e uréia, necessária para o tratamento dos gases emitidos pelo motor e a consequente redução na emissão de poluentes.  

Para facilitar o transporte dos mais diversos tipos de objetos, o compartimento traseiro do Scudo conta com 2,82 m de comprimento, tamanho similar ao de furgões de maior porte. Interessante também o acesso lateral de 93,5 cm, que possibilita até a passagem de um palete colocado com empilhadeira. 

Interessante pontuar que a altura de 1,94 m do Scudo o permite acessar qualquer tipo de garagem, conferindo mais praticidade de uso ao furgão, que pode ser conduzido por motoristas com habilitação a partir da categoria B, a mesma de automóveis de passeio. 

Configurações 

O catálogo mais acessível do Scudo será o Cargo, tabelado em R$ 187.490. Voltada ao uso comercial, o Scudo Cargo não conta com área envidraçada nas laterais e pode ser transformado em ambulância, pet shop móvel, oficina móvel, entre outras aplicações. 

O catálogo Multi (R$ 192.490), por sua vez, tem as laterais envidraçadas e pode ser adaptado para o transporte de passageiros, com configurações de até 10+1 ocupantes. 

Fiat Scudo 2023
Fiat Scudo 2023
Imagem: Divulgação

A Fiat também anunciou para o Scudo Multi uma singular opção de transformação chamada “family car”. Com 8 lugares e acabamento mais refinado, ele contará com revestimento interno de couro, assentos reclináveis e ainda poderá carregar 850 litros de bagagens, podendo ser uma versátil opção para famílias mais numerosas. 

Segundo a Fiat, empresas homologadas vão oferecer diversos tipos de transformações para a linha Scudo a partir de outubro, quando mais detalhes, como os valores, serão divulgados. Para facilitar os trabalhos de transformação, o Scudo Multi já sai de fábrica com disposição para fiação elétrica, dispensando cortes na lataria, o que é um diferencial importante. 

Versão elétrica

O e-Scudo (R$ 329.990), por sua vez, será o primeiro utilitário 100% elétrico da Fiat no Brasil. O modelo terá motor de 136 cv, torque instantâneo de 26,5 kgfm e a autonomia declarada pela Fiat de 330 km. 

Enquanto o furgão elétrico é importado da França, o Scudo 1.5 turbodiesel chega ao Brasil procedente do Uruguai, onde é montado em regime CKD. 

Além de oferecer um dos melhores números de consumo da categoria, a Fiat pontua que o Scudo a diesel terá um dos menores custos de propriedade do segmento. As três primeiras revisões vão somar R$ 2.700, valor que, em alguns concorrentes, pode alcançar R$ 3.750. 

Já considerando a cesta de peças utilizada como padrão pela Anfavea, o Scudo diesel registra um custo de manutenção em torno de 14% abaixo do que os rivais de mesmo porte.  

O modelo terá 3 anos ou 100.000 km de garantia, sendo oferecido com carroceria nas cores Prata Aluminiun ou Branco Banchisa nas opções térmicas Cargo e Multi. De série o modelo conta com os controles de tração e estabilidade, ABS, três airbags, ar-condicionado, trio elétrico, apoio lombar e de braço, regulador e limitador de velocidade, parede divisória separando a cabine do vão de carga, entre outros. 

Fiat Scudo 2023
Fiat Scudo 2023
Imagem: Divulgação
Tags