Conforme antecipamos, a Ford oficializou nesta quarta-feira (7) que o Territory será de fato comercializado no Brasil e Argentina a partir de 2020. A marca, até o momento, não especificou o mês exato. 

Importado da China, o modelo deverá ser posicionado acima do EcoSport em termos de preço e vai contar com um bom pacote de equipamentos. "A conectividade é um de seus pontos fortes. Além de carregamento sem fio para celular, central multimídia e painel de instrumentos com telas de 10 polegadas, o Territory terá um sistema de comunicação em tempo real com modem embarcado conectado ao FordPass que permite ao motorista travar, destravar, dar partida, localizar e obter informações de telemetria do carro remotamente. Esse recurso também poderá viabilizar a oferta de novos serviços, como seguros baseados no uso do cliente", detalha a fabricante. Segundo comunicado da marca, estarão presentes na configuração topo de linha do Territory destinada a América do Sul recursos como assistente de estacionamento, controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, sistema de câmeras 360º, entre outros.  

A Ford não declarou qual será o conjunto motriz do Territory por aqui. Na China, ele tem como opções as configurações 1.5 turbo, além das variantes híbrida e híbrida plug-in.

Muito se foi falado sobre a possibilidade de produção local do Territory, mas a marca, ao que tudo indica, adotará uma postura mais conservadora. Primeiro vai importar o SUV da China e, caso a demanda se justifique, poderá continuar os estudos de viabilidade de produção do Territory em algum país da região.

“O Territory é a combinação perfeita entre o melhor da tecnologia e da engenharia da Ford com a eficiência de custos da manufatura chinesa. Isso nos dá um como resultado um produto único e exitoso, desenvolvido para satisfazer as necessidades dos usuários”, explicou Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

A Ford ainda acrescenta que “o interior será um dos pontos fortes do Territory”, prometendo que ele será o líder de sua classe no que diz respeito ao espaço para os passageiros na segunda fileira de assentos.

Desenvolvido pela Ford na China em conjunto com a Jiangling Motors Corporation (JMC), o Territory, pelo menos em nosso primeiro contato com o modelo no Salão de São Paulo, agradou pelo amplo espaço interno. O SUV deverá atuar no segmento hoje liderado pelo Jeep Compass e resta saber se a Ford terá um preço competitivo para ele aqui, algo necessário para destacá-lo em meio a concorrentes com muitas virtudes dentro da categoria. Atualmente o Jeep Compass parte de R$ 113.990 na versão Sport 2.0 flex e alcança R$ 146.990 na opção Limited com o mesmo motor, além de tração nas rodas dianteiras e câmbio automático de 6 marchas. Essa é uma boa faixa de preço que a Ford poderá tomar como referência na hora de precificar o Territory por aqui. Vamos acompanhar de perto todos os detalhes conforme novas informações surgirem.

 

 

Ford Territory
Ford Territory
Imagem: Divulgação

 

 

 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/