Ford passa a fabricar motores turbodiesel da Ranger na Argentina

Unidade de produção em General Pacheco recebeu US$ 80 milhões em investimentos
Ford Ranger na fábrica em General Pacheco, na Argentina, que começa a produzir motores 2.0 e 3.0, ambos a diesel

Ford Ranger na fábrica em General Pacheco, na Argentina, que começa a produzir motores 2.0 e 3.0, ambos a diesel | Imagem: Divulgação


A Ford inícia mais uma etapa dentro do plano de investimentos na Argentina e começa a fabricar motores da picape Ranger em General Pacheco, na Região Metropolitana de Buenos Aires (Argentina).  Para isso, já investiu US$ 80 milhões, desde 2023, para nacionalizar o V6 3.0 Lion e o 2.0 Panther, que antes eram importados. A conclusão dessa fase vai acontecer no segundo semestre. 

VEJA TAMBÉM:

A Ford vai começar a adotar um ritmo de produção de motores de 189 unidades por dia, durante um turno e meio. De acordo com a fabricante, a unidade de produção argentina está totalmente reformulada e funciona dentro dos processos de produtividade 4.0. A fábrica já produziu mais de 60 mil unidades da Ranger em 2023, voltada para vários mercados, inclusive o do Brasil.

A unidade de produção de motores de General Pacheco (Argentina) tem capacidade instalada para produzir 82.000 motores/ano em dois turnos e foi desenvolvida com a participação ativa da engenharia regional. O seu sistema inteligente de gestão da qualidade utiliza mais de 2.000 sensores e mais de 50 câmeras para o monitoramento dos motores e componentes. 

Fábrica modernizada

Linha de montagem da picape Ranger na Argentina, que recebeu US$ 80 milhões em investimentos desde 2023
Linha da picape Ranger na Argentina, que recebeu US$ 80 milhões em investimentos desde 2023
Imagem: Divulgação

A Ford investiu US$ 660 milhões na fábrica de General Pacheco para a produção da Ranger e ampliou em 70% a capacidade instalada, para 110.000 veículos/ano. Essa transformação incluiu a instalação de uma linha de prensas de alta velocidade, de até 2.500 toneladas, e 318 novos robôs inteligentes na área da carroceria, com soldas automáticas. A pintura introduziu a tecnologia de tinta com alto teor de sólidos. 

As linhas foram equipadas também com controle automático de ferramentas de torque, escaneamento 3D para controle dimensional e mais de 1.000 câmeras e sensores, monitorados em tempo real com o uso de inteligência artificial para garantir o padrão superior de execução da picape

No acumulado de janeiro a maio de 2024, de acordo com o balanço mensal da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos), a Ford Ranger é a terceira picape média mais vendida, com 9.741 unidades, atrás da Chevrolet S10 (10.163) e Toyota Hilux (18.394).  

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Carlos Guimarães

Jornalista há mais de 20 anos, já acelerou várias novidades, mas não dispensa seu clássico no final de semana

Recomendados por AUTOO

Youtube
Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

5 pontos que explicam por que o veículo vende tanto até hoje
Aviação
Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Veículo elétrico ainda não leva pessoas e será testado em voo ainda em 2024
MOTOO
Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Conheça preço, ficha técnica, desempenho, motor cores e versões da moto confirmada para o Brasil