Um dos sedãs preferidos dos brasileiros, o Honda Civic inaugurou sua linha 2019 com um bom pacote de novidades, pelo menos nos EUA...

Por lá, onde os preços gravitam entre US$ 20.345 e US$ 28.195, o sedã ganhou leves retoques visuais e um reforço nos itens de série.

Tanto em sua carroceria sedã como na variante cupê, o Civic 2019 norte-americano traz uma grade frontal com elementos na cor preto brilhante além de uma leve mexida na base do para choque e no contorno das luzes de neblina, que ganham um aplique cromado. Nas laterais, a maior diferença fica por conta das novas rodas de liga leve.

No quesito tecnologia e segurança, a Honda incluiu em todas as versões do Civic 2019 o freio de estacionamento com acionamento elétrico e função Brake Hold, assim como o painel de instrumentos com tela TFT de 7”. Além disso, e o que é mais relevante, o sedã agora conta com Honda Sensing, pacote que agrega recursos de tecnologia como farol alto automático, frenagem automática de emergência, assistente de permanência em faixa e controle de velocidade de cruzeiro adaptativo.

No interior, uma das principais novidades ficam por conta do volante, que ganhou novos comandos. O porta-copos do console central está maior, bem como a central multimídia passa a contar com botões físicos na lateral da peça. As motorizações para o mercado norte americano continuam as mesmas, contemplando o 2.0 aspirado de 160 cavalos e 19 kgfm de torque para a versão de entrada, que pode trabalhar com o câmbio manual de 6 velocidades ou o automático do tipo CVT. Nas versões mais caras, o motor é o 1.5 turbo de 176 cavalos e 22,3 kgfm de torque sempre associado ao câmbio automático CVT. O conjunto, portanto, é bem semelhante ao que encontramos no Civic brasileiro.

O Autoo consultou a Honda para saber se existe alguma iniciativa da marca em trazer as melhorias do Civic norte-americano ao modelo nacional, mas a fabricante declarou apenas que “não há previsão de mudanças estéticas ou de equipamentos para o modelo”. É importante destacar, contudo, que o Civic brasileiro ainda está na linha 2018 e modelos recentes como é o caso da nova geração do Volkswagen Jetta chegaram ao mercado oferecendo alguns assistentes de condução. Logo, é possível que a Honda possa incrementar o Civic nacional em breve para torná-lo mais competitivo.

 
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
Acima o Honda Civic 2019 vendido nos EUA
 
 
Kleber Smith

|