Honda e GM estabelecem aliança estratégica e anunciam compartilhamento de tecnologias

Trabalhos em conjunto das duas gigantes do setor começam já em 2021
GM e Honda juntas na produção de sistemas de propulsão por hidrogênio

GM e Honda juntas na produção de sistemas de propulsão por hidrogênio | Imagem: Divulgação

Notícia relevante foi anunciada nesta semana. Duas gigantes do setor automotivo, no caso a Honda e a General Motors, assinaram acordo para estabelecer uma aliança estratégica a princípio restrita aos mercados da América do Norte.

De acordo com as duas fabricantes globais, o “escopo da aliança proposta inclui uma gama de veículos a serem vendidos sob as marcas distintas de cada empresa, bem como cooperação em compras, pesquisa e desenvolvimento, e serviços conectados”. 

No comunicado em conjunto das duas empresas já ficou definido, por exemplo, que a Honda irá incorporar os serviços de segurança, emergência e serviços conectados do OnStar da GM aos dois veículos elétricos totalmente novos da Honda com base na plataforma elétrica global da GM, integrando-os com o HondaLink. 

Como mencionado, está previsto o desenvolvimento de dois veículos totalmente elétricos para a Honda tomando como base a moderna plataforma da GM para carros com esse tipo de propulsão. Uma das estrelas dessa arquitetura são as baterias Ultium, que conferem elevada autonomia aos carros elétricos baseados em sua tecnologia. 

A relação GM-Honda começou há mais de duas décadas e inclui a recente colaboração entre as empresas em células de combustível, baterias e o veículo autônomo compartilhado Cruise Origin. A aliança estratégica, relatam as duas fabricantes, é um avanço a partir do acordo assinado entre as empresas em abril para o desenvolvimento desses dois novos modelos para a japonesa Honda. 

A aliança entre a Honda e a GM na América do Norte alavancará as melhores tecnologias e gerará eficiências de custo substanciais a partir de plataformas de veículos e sistemas de propulsão compartilhados, compras conjuntas, eficiências de fabricação em potencial e outros esforços de colaboração. Isso permitirá que a GM e a Honda façam maiores investimentos em tecnologias avançadas e de próxima geração”, destaca a fabricante norte-americana em comunicado. 

A Honda e a GM planejam colaborar em atividades de compras conjuntas para criar mais eficiências de custo, aproveitando a escala, visão e melhores práticas de ambas as empresas. A colaboração em compras será focada na aquisição conjunta de materiais, logística e estratégias de localização”, completa a General Motors. 

Em outro trecho de seu comunicado, a General Motors detalha que “a introdução de tecnologias avançadas é imperativa, dadas as mudanças nos requisitos regulatórios e desejos dos consumidores. Para enfrentar este desafio de forma eficiente, a aliança irá explorar a combinação dos esforços de pesquisa e desenvolvimento entre as duas empresas relacionadas às áreas de tecnologia avançada, incluindo arquitetura elétrica, sistemas avançados de assistência ao motorista, infoentretenimento, conectividade e comunicação de veículo para tudo”. Com isso, fica claro que a parceria entre as duas empresas certamente será refletida em outros mercados e deverá influenciar também os futuros modelos das duas marcas, talvez repercutindo até em novidades para os carros que as marcas comercializam no Brasil no longo prazo. Vamos acompanhar todos os detalhes!

Sistema de célula de combustível começará a ser fabricado em 2020
Sistema de célula de combustível começará a ser fabricado em 2020
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!