JAC promete, para 2019, o carro elétrico mais barato do Brasil

Novidade é um derivado do atual T40 e contará com autonomia para 300 km
SOL E20X, versão elétrica do JAC T40 vendida na China

SOL E20X, versão elétrica do JAC T40 vendida na China | Imagem: CarNewsChina

Durante a coletiva de imprensa para lançar o T50 no Brasil (você confere em breve nossa avaliação aqui no Autoo), o presidente da JAC Motors no país, Sergio Habib, apresentou alguns passos futuros da companhia, destacando uma interessante ofensiva de modelos elétricos.

Segundo o empresário, a ideia é oferecer no Brasil a linha de modelos elétricos e híbridos que a JAC produz na China, avaliando quais desses automóveis têm mais chances de sucesso por aqui.

Habib, contudo, já confirmou para junho de 2019 uma surpresa interessante: a marca vai comercializar por aqui no E40, uma versão elétrica baseada no T40 que terá autonomia para cerca de 300 km. A novidade, antecipa a JAC, será o carro elétrico mais barato do Brasil, com valor sugerido de R$ 129.990 quando chegar ao mercado no primeiro semestre do ano que vem.

O JAC E40 (na China o modelo recebe a designação iEV 7S) conta com motor de 115 cv (85 kW) e torque de 27,6 kgfm. A velocidade máxima do crossover elétrico é de 130 km/h e será possível recarregar até 80% de seu conjunto de baterias em uma hora utilizando um sistema de carregamento rápido. A carga lenta, realizada em uma tomada convencional, levará sete horas para atingir a carga máxima.

Com isso, a JAC pega carona nas iniciativas de Renault, Nissan e Chevrolet, marcas que aproveitaram o Salão de São Paulo 2018 para também anunciar o início da comercialização de automóveis elétricos no Brasil.

Mais novidades para 2019

Ainda aproveitando o lançamento do novo T50, o empresário a frente da JAC no Brasil também anunciou mais novidades para o começo de 2019.

O SUV grande T80, que terá motorização 2.0 turbo e 7 lugares, chegará ao mercado brasileiro em fevereiro. O modelo, que era esperado para este mês, deverá ter preço gravitando na faixa de R$ 130.000.

Outro lançamento que a JAC vai realizar no começo de 2019 será a sua aguardada picape média, que terá cabine dupla e motorização diesel.

Recuperação judicial

Por fim, Habib também deu mais detalhes sobre o processo de recuperação judicial a qual o grupo SHC, rede de empresas comandada pelo empresário, precisou aderir para administrar uma dívida de mais de R$ 500 milhões. A informação foi primeiramente divulgada pelo site da KBB Brasil

Segundo o empresário, a decisão envolve outros assuntos relativos ao grupo e foi necessária inclusive para proteger as operações da JAC Motors no Brasil, que seguem normalmente. 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!