Jaguar fabricará apenas carros elétricos a partir de 2025

Nova estratégia da montadora britânica foi anunciada por executivo. Marca quer ser ''carbono neutro'' até 2039
Jaguar I-Pace 2020

Jaguar I-Pace 2020 | Imagem: Divulgação

As marcas Jaguar e Land Rover atuam como um grupo dentro da Tata Motors desde que foram vendidas pela Ford à indiana. Depois de uma renovação completa de sua linha de produtos desde então, o novo CEO das montadoras britânicas, Thierry Bolloré, anunciou um novo plano estratégico para a empresa batizado de Reimagine.

De acordo com o executivo, o objetivo final do plano é que Jaguar e Land Rover neutralizem suas emissões de carbono a partir de 2039. Para tanto, a empresa anunciará uma série de lançamentos totalmente elétricos para ambas as marcas até 2026. Para os SUVs da Land Rover, o primeiro modelo movido a baterias pode chegar daqui três anos.

No entanto, o que mais surpreendeu foi a estratégia para a Jaguar. Bolloré afirmou que a marca venderá apenas veículos elétricos já a partir de 2025. Hoje, a empresa possui apenas um produto desse tipo: o Jaguar I-PACE, que é vendido no Brasil por a partir de R$ 613.950 e oferece 400 cv de potência, 71 kgfm de torque e até 470 km de autonomia.

O CEO da Jaguar Land Rover também diz que as novidades passarão a contar com uma nova arquitetura que será desenvolvida especificamente para os elétricos. Com isso, pode-se aguardar mudanças radicais em alguns dos modelos atuais do grupo, como os sedãs XE e XF e os SUVs E-PACE e F-PACE. No entanto, a imprensa britânica aposta que a mudança de estratégia fará com que o grande XJ de três volumes saia de linha, além de tornar o destino do esportivo F-PACE incerto.

Jaguar I-Pace 2020
Jaguar I-Pace 2020
Imagem: Divulgação