Land Rover Defender poderá ter sobrevida

Jipe, que está no mercado há seis décadas, deve continuar à venda até 2017

Land Rover Defender by Vilner Studio | Imagem: divulgação

Ao que tudo indica, o Land Rover Defender, modelo que é fabricado há mais de seis décadas, deve ganhar uma sobrevida. Antes com data de "sepultamento" marcada para 2015, quando seu substituto derivado do conceito DC100 apresentado em Frankfurt tem previsão de lançamento, o jipe pode ficar em produção até 2017 nas versões 110, alongada, 130, picape.

Um conjunto de fatores ajudará o velho guerreiro da marca britânica a ter sua vida estendida. O primeiro deles deverá ser a recente adoção do novo motor 2.2 a diesel pelo modelo que atende às normas de emissão de poluentes do EU6, medida que entrará em vigor em 2015/16.

O segundo é que recentemente o jipe deixou de ser considerado um veículo de passeio e passou a ser visto como um comercial, sendo que, na Europa, as leis de emissões para carros comerciais são diferentes para automóveis de passeio.

Outro ponto que poderá definir a sobrevida do Defender, segundo divulgou uma fonte da marca à revista Autocar britânica, é que a Land Rover poderá fazer uma solicitação para prorrogar a implantação das novas leis de impactos contra pedestres, o que deve fazer com que o modelo seja fabricado até 2020.

Para quem não sabe, além de ser considerado o off-road mais robusto da categoria, o Defender também foi classificado como o jipe mais agressivo em impactos contra pedestre por conta do formato de sua carroceria.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!