Menor que um RAV4, mais simples que o irmão sedan: o que esperar do SUV Corolla Cross

Novo SUV da Toyota usa receita manjada para agradar em mercados como o Brasil, mas deve vender horrores mesmo assim
Toyota Corolla Cross 2020

Toyota Corolla Cross 2020 | Imagem: Divulgação

Houve um tempo que para descobrir um futuro lançamento no Brasil bastava olhar para a Europa. Hoje, no entanto, o "futuro" está mais longe e em países com os quais temos pouca relação cultural como Índia, China e Tailândia. Apesar disso, nós, brasileiros, somos vistos por grande parte das montadoras como o mesmo cliente que o indiano, o mexicano, romeno ou tailândes e razão não é lá das mais agradáveis.

Embora qualquer pessoa em sã consciência queira ter um Mercedes-Benz, BMW ou Audi na garagem, fato é que a realidade econômica do Brasil nos une a essas nações. Para esse público, as marcas têm que oferecer pouco por muito a fim de obter lucro. Tradução desse raciocínio? Corolla Cross.

Pelo simbolismo de criar uma versão SUV do sedan mais vendido no mundo, era de se esperar que o inédito modelo fosse surgir no Japão ou até mesmo nos EUA, mas a Tailândia foi escolhida como palco para o lançamento global do modelo. Não que isso signifique você não acabará cruzando com um Corolla Cross em algum mercado desenvolvido, mas eles não são prioridades afinal consomem outro tipo de produto, mais sofisticado e caro como o RAV4.

Mas por que no Brasil também não poderia ser assim? O rival CR-V, por exemplo, já chegou a ser um modelo popular e o Toyota também poderia ocupar essa posição acima dos SUVs compactos (que a marca japonesa ainda não tem um representante, a propósito). Mas a realidade é diferente desse cenário hipotético e uma das razões é que o RAV4 cresceu e se sofisticou, abrindo espaço para um novo modelo.

Seria o Corolla Cross um rival direto do HR-V, então? Também não. O SUV é ligeiramente maior e mais pesado, não por acaso encontrando mais similaridades com o Jeep Compass, um "médio" mais no preço do que no porte.

A estratégia dos japoneses, como comentamos aqui no Autoo, é bem pensada. Ela evita o problema que a Honda passou quando lançou o HR-V. O SUV compacto custa o mesmo que um Civic a despeito da plataforma bem mais simples e barata. Por um lado, a marca ganhou ao vender um carro com maior margem de lucro, mas pagou o preço de canibalizar as vendas do sedan que desde então não consegue mais brigar com o Corolla.

Toyota RAV4 2019
Toyota RAV4 2019
Imagem: Divulgação

A Toyota, por sua vez, bolou o Corolla Cross justamente para ser um irmão mais caro do sedan. A grosso modo, não há grandes diferenças mecânicas entre eles: motor 1.8 com 140 cv (comparado ao Corolla americano), plataforma TNGA, câmbio CVT e opção híbrida mais simples. Em outras palavras, é a mesma receita de bolo, mas num carro mais alto e com o visual característico de um SUV.

Mas só esse "último item" é capaz de permitir que a Toyota cobre mais pelo Corolla Cross. Se a versão XEi do sedan custava R$ 120 mil em julho de 2020, certamente um Corolla Cross equivalente poderia sair por R$ 140 mil ou até R$ 150 mil, faixa de preço das versões intermediárias do Jeep Compass 2.0 flex. Daí se entende porque a Toyota pode dar o pulo do gato em cima da Honda. Um HR-V com motor 1.5 custava apenas R$ 116 mil na versão EXL, pouco menos que o Civic equivalente.

Tête-à-tête

Melhor do que elocubrar razões para a sacada da Toyota com o Corolla Cross é compará-lo ao RAV4 e ao Corolla, o sedan. E assim entender porque o novo SUV deve causar um grande impacto no mercado em 2021.

- O Corolla Cross é menor e mais leve que o Corolla Sedan: o utilitário esportivo só ganha na largura e na altura, o que era esperado. Mas perde na distância entreeixos, que também é 5 cm menor que a do RAV4.

- SUV do Corolla é mais leve: veja aí um dos milagres da simplificação, o Corolla Cross consegue pesar menos que o sedan é mais de 300 kg mais leve que o RAV4.

- Relação peso/potência menor, mas não conte com mais desempenho: por usar o mesmo conjunto mecânico do sedan, o SUV tem uma relação peso/potência melhor, mas por ser um veículo mais alto e largo essa vantagem pode ser mínima. O ideal seria contar com um índice mais próximo do RAV4, que tem apenas 7,7 kg por cv, mas aí seria precisa um motor mais potente, gastão e pesado.

- Suspensão mais simples: o Corolla levou décadas para ganhar suspensão traseira Multilink, mas no Corolla Cross a Toyota voltou à receita antiga e pior.

- Tração dianteira e zero características off-road: como bom "crossover", o Corolla Cross não tem nenhuma aptidão para o fora-de-estrada, nem mesmo tração integral como o irmão RAV4.

Toyota Corolla 2020
Toyota Corolla 2020
Imagem: Divulgação

Resumo da ópera

O Corolla Cross é uma releitura da plataforma do Corolla para evitar que a Toyota perca clientes para outras marcas cheias de SUVs em seus portfólios. Seu estilo, inclusive, é bem mais tímido e convencional se comparado ao do atual RAV4 e até do sedan, revelando que a marca não quer correr riscos. Ou seja, é uma ideia genial para o bolso da montadora japonesa por ser um produto de custo mais baixo e margem de lucro mais alta.

Dados técnicos Corolla Sedan Corolla Cross RAV4
Versão Altis Hybrid 2.0 Hybrid Smart 1.8 S Connect Hybrid 2.5
Comprimento (m) 4,63 4,46 4,6
Largura (m) 1,78 1,825 1,855
Altura (m) 1,455 1,62 1,685
Entreeixos (m) 2,7 2,64 2,69
Peso em ordem de marcha (kg) 1440 1385 1703
Potência (cv) 122 122 222
Torque (kgfm) 14,5+16,6 14,5+16,6 22,5+20,6
Relação peso/potência (kg/cv) 11,8 11,4 7,7
Porta-malas (litros) 470   580
Transmissão CVT CVT CVT
Suspensão MacPherson+Multilink MacPherson+Eixo de torção MacPherson+Multilink
Freios Discos ventilados+discos sólidos Discos ventilados+discos sólidos Discos ventilados+discos sólidos
Tração Dianteira Dianteira Integral
Preço R$ 137.890,00 ? R$ 217.990,00

* Fonte: Toyota Brasil e Tailândia.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!