MINI e RAM preparam investida em modelos elétricos

Empresas preparam mais opções de veículos não poluentes em suas linhas
RAM 2500 2020

RAM 2500 2020 | Imagem: Divulgação

Que o avanço dos carros com propulsão totalmente eletrificada é algo inexorável isso ninguém duvida e, nesta semana, duas marcas anunciaram o direcionamento de suas linhas para modelos do tipo.

Famosa por seus compactos, a MINI revelou que planeja um “realinhamento” de sua gama com um foco cada vez maior na expansão da eletromobilidade, algo importante também para ganhar mais espaço comercial na China. 

Como destaques de sua estratégia, a MINI anunciou que planeja uma linha focada em modelos elétricos representando o centro de sua estratégia. Essa gama vai incluir um modelo três portas e dois novos crossovers.

A MINI deixa claro que, para alguns grupos e regiões, a marca ainda vai oferecer carros com motores a diesel e gasolina em especial onde a infra-estrutura para a recarga de carros elétricos não é muito desenvolvida.

Entre esses novos crossovers, está previsto um modelo de maior porte dentro da gama com propulsão totalmente elétrica. Ele poderá ter um porte até mesmo superior em relação à próxima geração do Countryman, que contará com motores a combustão e conjuntos propulsores híbridos para atender as demandas de um número maior de países, como é o caso do Brasil.

A MINI também passará a produzir parte de seus modelos elétricos na China em sua tentativa de ganhar participação de mercado. A nova plataforma desses compactos, inclusive, foi desenvolvida em conjunto com a Great Wall. Um ponto polêmico ao revelar sua nova estratégia para os próximos anos é que a MINI deu a entender que pode reduzir o espaço para os produtos da gama esportiva John Cooper Works, uma vez que, segundo a empresa, eles respondem por cerca de 5% das vendas globais da marca enquanto os modelos eletrificados estão ganhando cada vez mais popularidade.

RAM

Já nos EUA, ao que tudo indica a marca RAM, divisão da Fiat Chrysler focada em picapes e veículos comerciais, prepara-se para entrar na nova segmentação de picapes elétricas, que atualmente tem como referências a Tesla Cybertruck e a nova GMC Hummer EV.

Segundo declaração de Mike Manley, CEO do conglomerado ítalo-americano, o executivo apontou no mais recente relatório fiscal da companhia que uma picape eletrificada da marca Ram chegará ao mercado, porém ainda sem estabelecer uma previsão de quando isso ocorrerá.

A palavra “eletrificada” usada pelo executivo, entretanto, deixa aberta a possibilidade de tratar-se de um modelo 100% elétrico ou um híbrido/híbrido plug-in.

Há cerca de dois meses, Manley havia se manifestado sobre o assunto e comentou que a FCA contava com “uma visão um pouco diferente” em relação às demais fabricantes quando o assunto é timing e taxas de adoção de picapes elétricas por parte dos consumidores norte-americanos, o que poderia explicar a cautela do conglomerado a esse respeito. 

MINI Electric
MINI Electric
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!
Tags