MINI Rocketman é vetado, diz revista

Modelo abaixo do Cooper é descartado devido aos altos custos de desenvolvimento

Mini Rocketman | Imagem: Mini

O plano da MINI em ter um automóvel ainda mais “mini” foi por água abaixo. Segundo aponta reportagem da edição britânica da revista Car, o projeto Rocketman, apresentado no Salão de Genebra em 2011, foi descartado devido ao seu alto custo de desenvolvimento.

A publicação afirma que o Grupo BMW, a frente da marca inglesa, não encontrou uma fórmula financeira adequada para tocar o projeto adiante cumprindo as exigências de segurança, condução e estabilidade de entidades veiculares da Europa - a previsão de lançamento do modelo subcompacto era para até 2016.

Proposto como uma solução para grandes centros urbanos, o conceito Rocketman tinha meros 3,41 metros de comprimento contra 3,72 m do Cooper convencional. O baixo consumo de combustível também era uma das premissas do projeto, que segundo a marca seria capaz de percorrer 33 km/l em média, além de possuir uma série de componentes em fibra de carbono, o que ajudaria a manter o carro leve.

E o novo Cooper?

O MINI Cooper é um carro bastante atraente, divertido de conduzir e bem equipada, mas poucos se lembram que ele já está um tanto “rodado”. O modelo atual, embora tenha evoluído, ainda é baseado na versão apresentada em 2002. Trata-se então de um projeto com quase 10 anos de estrada. Ou seja, é chegada a hora de mudar.

Embora a montadora não confirme, a imprensa européia aponta o lançamento da nova geração do Cooper para o segundo semestre de 2013.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!