Mobi também decepciona no Latin NCAP

Compacto da Fiat teve resultado parecido com o do Onix. Versão sedã do Kia Rio, que deve vir ao Brasil, também foi mal
O Fiat Mobi no teste de colisão lateral: porta traseira abriu

O Fiat Mobi no teste de colisão lateral: porta traseira abriu | Imagem: Divulgação

As regras mais rígidas estabelecidas pelo Latin NCAP, organização privada de segurança automotiva, estão colocando vários automóveis vendidos no Brasil em situação vexaminosa. Depois do resultado ruim obtido pelo Onix, carro mais vendido do país, agora foi a vez do compacto Mobi, da Fiat, se sair mal nos testes de impacto.

Segundo o instituto, o pequeno veículo recebeu apenas uma estrela na proteção para adultos e duas estrelas para crianças. No choque frontal, o Mobi ofereceu apenas “proteção marginal” aos adultos, mas no choque lateral o dano ao ocupante seria considerável.

O Latin NCAP se queixou da carroceria frágil do Fiat: “O desempenho estrutural do Mobi no impacto lateral mostrou uma alta penetração igual que no modelo do Chevrolet Onix”, diz o comunicado do instituto.

Na batida, a porta traseira abriu expondo os ocupantes a riscos sérios. O Mobi também deixou a desejar pela falta de airbags laterais e ancoragem Isofix e cintos de três pontos em todos os assentos.

Mexicano sem itens obrigatórios

Não foi apenas o nacional Mobi a ter uma nota baixa no Latin NCAP. Também o recém lançado no México Kia Rio recebeu apenas duas estrelas em ambas as análises. A versão sedã do modelo, que será importado para o Brasil em breve, no entanto, estava num padrão de segurança inferior ao exigido em nosso mercado, com apenas um airbag e sem trazer freios com ABS. A estrutura do carro foi considerada estável.

O terceiro veículo testado pelo Latin NCAP foi a van N300, da Chevrolet, que é produzida na China e obteve apenas uma estrela no quesito segurança para crianças – ela não é vendida no Brasil.

Sem reflexos nas vendas

Apesar de demonstrar que muitos veículos vendidos na região têm um padrão de construção inferior ao de outros mercados desenvolvidos, o Latin NCAP não parece encontrar eco no consumidor. Mesmo após a polêmica a respeito do teste com o Chevrolet Onix as vendas do modelo não tiveram reflexos, pelo contrário, o hatch compacto segue vendendo mais do que antes mesmo que sua integridade física tenha sido questionada.