Nissan deverá produzir crossover no Brasil

Nova fábrica no país também tem tudo para montar o hatch March em 2013

Nissan Versa | Imagem: Divulgação

Lançado na semana passada, o hatch March é o primeiro modelo de uma marca japonesa a atuar no segmento popular. Mas também é o pioneiro a ser produzido no México com preço abaixo de R$ 30 mil. Com raras exceções, automóveis que custam entre R$ 20 mil e R$ 30 mil são produzidos no Brasil por uma questão de escala.

A verdade é que a Nissan, dona do March, teria escolhido nosso país como local de fabricação do March não fosse o fato de ter uma fábrica moderna e pronta para assumir a produção do modelo, a de Aguascalientes, no México. Como estímulo extra, existe a isenção de impostos de importação entre os dois países e o fato de o segundo produto da plataforma V, o sedã Versa, ter como principal mercado o vizinho Estados Unidos.

Situação oposta vivia o Brasil. Aqui a Nissan divide a fábrica de São José dos Pinhais com a Renault e onde produz a bem-sucedida minivan Livina e a não tão popular picape Frontier – apesar da ótima receptividade da campanha dos “pôneis malditos”. Para fazer o March aqui seria preciso uma nova unidade e é isso que a montadora japonesa fará em 2013 quando terá a sua primeira planta exclusiva em local ainda indefinido.

Terceiro membro da família

Mas não é o March o principal produto dessa nova fábrica, conforme apurou AUTOO. O hatch tem tudo para ser produzido lá também, afinal o Brasil é, segundo a Nissan, o principal destino do modelo feito no México. A novidade que está sendo preparada para a unidade brasileira é um crossover aventureiro ainda inédito no mundo.

Desde o ano passado já circula a informação que a plataforma V, que deu origem ao March e ao Versa (foto) ganhará um terceiro componente, justamente uma espécie de “EcoSport” da Nissan. De acordo com a informação obtida de um executivo da marca, “a fábrica brasileira fará um modelo voltado à emoção”. Nas entrelinhas de um bate-papo com o presidente da Nissan, Christian Meunier, durante o lançamento do March, o executivo citou um crossover como um modelo desejado pelo brasileiro, mas negou que este seja o tipo de veículo a ser feito no país.

Power 88

O anúncio da nova fábrica no Brasil ocorreu em junho quando o presidente mundial da Nissan, Carlos Ghosn, apresentou o plano “Power 88”, que consiste em atingir uma participação de 8% nas vendas mundiais com margem de lucro de 8% em 2017. Na época, circulou a informação que o modelo em questão seria um subcompacto, uma categoria abaixo da que atua o March.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!