Nova geração da Ford Ranger terá ao menos três versões no Brasil

Protótipos já são flagrados em teste no Brasil; lançamento da picape ocorrerá em 2023
Nova Ford Ranger no catálogo Wildtrak, uma das opções mais caras da picape

Nova Ford Ranger no catálogo Wildtrak, uma das opções mais caras da picape | Imagem: Divulgação

Na medida em que nos aproximamos de 2023 – e, portanto, da estreia já confirmada da nova geração da Ford Ranger por aqui – a frequência com que protótipos da picape passam a circular por nossas ruas e avenidas é cada vez maior. 

Um flagra interessante divulgado pelo perfil bfmsoficial no Instagram ajuda a clarificar, ao menos em parte, a estratégia que a Ford prepara para a picape por aqui. 

Na imagem é possível notar claramente ao menos três configurações distintas da picape circulando em comboio. 

Os catálogos, no caso, podem ser o XL, o XLT e o Limited, ao menos seguindo as opções que Ranger tem em seu portfólio na Europa. 

Parte da composição da atual gama Ranger na Europa
Parte da composição da atual gama Ranger na Europa
Imagem: Reprodução internet

No Velho Continente, a Ranger é comercializada inicialmente com o propulsor 2.0 EcoBlue diesel em suas variações com um (170 cv) ou dois turbos (205 cv). A opção de entrada pode ser associada aos câmbios manual ou automático, ambos com 6 marchas, enquanto o catálogo mais potente é comercializado por lá somente em conjunto com a caixa automática 10 marchas. 

Existe também na Europa a opção do motor 3.0 V6 turbodiesel (240 cv/61,1 kgfm), que é associado ao câmbio automático 10 marchas e já comercializado na versão Wildtrak. Posteriormente ele também vai figurar sob o capô da Ranger Platinum, novo catálogo mais sofisticado da picape. 

Nova Ranger nas opções XLT, Sport e Wildtrak comercializadas na Europa
Nova Ranger nas opções XLT, Sport e Wildtrak comercializadas na Europa
Imagem: Divulgação

Em termos de tração, a Ranger 2.0 turbodiesel conta com sistema 4x4, enquanto as versões 2.0 biturbo diesel e 3.0 V6 adotam sistema de tração integral (4WD) do tipo permanente. 

Aqui no Brasil, como já ocorre, vamos seguir recebendo a Ford Ranger da Argentina, sendo que a nova geração é tratada internamente no país vizinho sob o código de projeto P703. 

Sabemos que os motores atuais da Ranger produzida na Argentina e comercializada na região, no caso o 2.2 e o 3.2 5 cilindros, ambos diesel, serão descontinuados por conta de novas normas de emissões. Portanto, são grandes as chances dos motores mais modernos figurarem sob o capô da nova Ranger argentina. 

Em paralelo, a nova Ranger vai oferecer um bom conteúdo de tecnologia e assistentes de condução em seus catálogos superiores, figurando como uma das opções mais avançadas da categoria. 

Sem dúvida, para quem está de olho em uma picape média e pode aguardar até a primeira metade do ano que vem, a nova geração da Ranger é um modelo a ser considerado como uma excelente opção. 

Nova Ford Ranger no catálogo Wildtrak, uma das opções mais caras da picape
Nova Ford Ranger no catálogo Wildtrak, uma das opções mais caras da picape
Imagem: Divulgação
Tags

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Companhia aérea anunciou medidas para sair da crise financeira
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções