Nova geração do Land Rover Defender chega ao Brasil em 2020

Modelo oferece muita tecnologia sem abrir mão da robustez que o consagrou ao longo dos anos
Land Rover Defender 2020

Land Rover Defender 2020 | Imagem: Divulgação

Sem dúvida um dos modelos mais aguardados desta edição do Salão de Frankfurt, a nova geração do Land Rover Defender foi finalmente apresentada por completo. A boa notícia é que a sua chegada ao Brasil está confirmada para 2020, quando o preço e demais detalhes das configurações escolhidas para nosso país serão reveladas.

Atualizando o estilo do modelo que tornou-se símbolo da marca, o novo Defender preserva uma certa identidade com o jipe original, como os ângulos mais retos da carroceria sugerem. Segundo a Land Rover, para manter esse vínculo a marca manteve as dobradiças laterais na tampa do porta-malas, que também conta com o pneu sobressalente. 

Mas não adiantaria nada atualizar o Defender sem preservar seu principal atributo, no caso a robustez para enfrentar os mais diversos obstáculos no off-road. Para isso, a Land Rover caprichou nos ângulos de ataque (38º), de passagem (28º) e saída (40º), bem como sua capacidade de transposição de trechos alagados é de 900 mm. Importante destacar que a altura em relação ao solo fica em 291 mm, 20 mm mais alto do que em qualquer SUV da marca, detalha a Land Rover.

Para aguentar os desafios mais extremos, o novo Defender é baseado em uma nova arquitetura, chamada D7x. Projetada para situações extremas, ela contempla o uso apenas de alumínio para aliviar o peso total do modelo e torna-se a carroceria mais resistente que a Land Rover já produziu. Ela é três vezes mais rígida do que os modelos tradicionais de carroceria, dando um suporte melhor inclusive para suspensão totalmente independente.

Segundo a Land Rover, o novo Defender passou por mais de 62 mil testes para aprovação de engenharia. A arquitetura da carroceria e do chassi foram desenvolvidas para resistir ao procedimento Extreme Event Test da Land Rover, que aplica repetidos e contínuos impactos, muito acima dos padrões normais para SUV e carros de passageiros. Durante o desenvolvimento dos testes, modelos protótipos cobriram mais de 1,2 milhões de quilômetros através dos locais mais remotos e severos do mundo.

Com tudo isso, o novo Defender entrega uma carga útil de 900 kg, podendo acomodar até 300 kg com o rack de teto instalado. A capacidade de reboque é de 3.720 kg. No campo da tecnologia, algumas versões do Defender são equipadas com sistema de suspensão a ar, novidade no modelo. Ele traz consigo o sistema Adaptive Dynamics, capaz de monitorar os movimentos do veículo 500 vezes por segundo, e fazer o modelo reagir quase instantaneamente às condições de piso e dirigibilidade, para proporcionar maior controle e conforto ao motorista. Ele também detecta condições off-road, otimizando a altura de suspensão automaticamente de acordo com o momento. O sistema pode elevar a carroceria em até 145 mm, quando necessário. A suspensão convencional helicoidal também está disponível.

Interessante destacar também a tecnologia do “capô transparente”. Conhecida como ClearSight Ground View, ela se utiliza de câmeras para revelando na tela central as áreas normalmente escondidas pelo capô logo à frente das rodas frontais. Também é possível ter uma visão traseira com o ClearSight Rear View.

O novo Defender terá quatro opções de configurações mecânicas, todas com a transmissão automática de 8 marchas e, obviamente, sistema de tração integral. A caixa automática da ZF, inclusive, conta com as velocidades normal e reduzida, a última para aplicação em um off-road mais intenso. Todos os motores também contam com start-stop para ajudar na economia de combustível.

O leque de opções a gasolina começa com o 2.0 turbo de 300 cv (P300), que leva o utilitário de 0 a 100 km/h em apenas 8,1 segundos. Posteriormente a Land Rover também oferecerá o conjunto híbrido plug-in P400 MHEV. Como o nome indica, o conjunto oferecerá 400 cv de potência e 56 kgfm de torque, podendo rodar por alguns quilômetros apenas no modo elétrico.

O motor a diesel será uma unidade 2.0 com calibrações de 200 cv (D200) e 240 cv (D240), ambas com 43,8 kgfm de torque. O sistema Terrain Response 2 configurável é outra novidade do novo Defender. O motorista pode impedir o deslizamento entre os eixos usando as opções Center Slip Limited, Center e Rear Slip Limited na tela touchcreen localizada no painel central. O sistema inteligente permite que motoristas experientes ajustem as configurações individuais para se adequarem perfeitamente às condições, enquanto motoristas inexperientes podem deixar que o sistema detecte a configuração mais adequada para o terreno, usando a função automática.

O novo Defender estreia com as tradicionais carrocerias 90 e 110, trazendo uma interessante combinação de assentos. Com a alavanca do câmbio posicionada sobre o painel, ele oferece um assento opcional extra entre os bancos dianteiros. Isso significa que o Defender 110 oferece configurações de quatro, cinco, ou cinco + dois assentos. Já o Defender 90 poderá acomodar até seis ocupantes em um veículo de tamanho compacto para a família. Pensando em quem vai sair do asfalto, o novo Defender conta com piso emborrachado, que é extremamente durável, acrescenta a Land Rover, e evita estragos resultantes das aventuras. Um teto de tecido dobrável opcional proporciona a sensação de teto aberto e permite que os passageiros nos assentos da segunda fileira do 110 se levantem quando estacionados para proporcionar uma experiência completa de safári, explica a fabricante. 

O Defender 2020 ainda inaugura uma nova central multimídia dentro da marca chamada Pivi Pro, além de contar com painel digital com tela de 12,3”. O utilitário ainda conta com a tecnologia Software-Over-The-Air (SOTA) composta por 14 módulos individuais capazes de receber atualizações remotas. Ao fazer download dos dados enquanto clientes estão dormindo em casa, ou em localizações longínquas, o novo Defender vai melhorar com o tempo, conforme atualizações eletrônicas alcançam o veículo imediatamente, sem atraso e sem a necessidade de visitar uma concessionária.

Ainda sobre os equipamentos de conforto e segurança, a nova geração do Defender traz recursos como piloto automático adaptativo, head-up display, monitoramento de pontos cegos, entre outros. A novidade contará com as versões S, SE, HSE, First Edition e a topo de linha Defender X, todas oferecidas para as carrocerias 90 e 110. A marca ainda preparou para o Defender quatro pacotes de acessórios (Explorer, Adventure, Country e Urban) em que “cada um dá ao Defender uma personalidade diferente com um gama de aprimoramentos especialmente selecionada”, adianta a marca inglesa.

Interessante destacar o Satin Protective Film, recurso que ajuda a tornar a pintura exterior mais durável. “A proteção sustentável, livre de solventes e completamente reciclável ajuda a minimizar os danos de arranhões e estará disponível como um opcional de fábrica nas cores Indus Silver, Gondwana Stone e Pangea Green. Além de proteger a pintura do Defender, proporciona uma finalização contemporânea única e contemporânea”, explica a marca.

 
 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!