O segmento de sedãs médios no Brasil e no mundo passa por uma boa renovação. A décima geração do Honda Civic já começou a ser fabricada por aqui em 2016, enquanto, muito provavelmente, o novo Volkswagen Jetta deverá ser lançado no Brasil até o fim deste ano. 

Com uma excelente reputação no mercado nacional, parece que essa movimentação dos concorrentes pouco afeta o Toyota Corolla, que segue com as vendas de vento em popa no Brasil.

Só que a história não é bem assim e mesmo um modelo consolidado como ele precisa acompanhar o ritmo de evolução do mercado para não ficar para trás. Com isso, o Corolla deverá estrear uma nova geração até o fim deste ano em mercados como Europa, EUA e Japão.

Aqui no Brasil, como o Corolla atual foi lançado em 2014, é bem possível que a renovação ocorra no fim de 2019 inaugurando a linha 2020 do sedã.

O Corolla dará passos importantes no design e no acabamento interno, mas é em sua parte estrutural e nos conjuntos de propulsão onde veremos um grande salto.

A próxima geração do Corolla será baseada na plataforma mais atual da fabricante japonesa, a TNGA, que também dá vida ao projeto do Prius que encontramos atualmente nas concessionárias. Além de um patamar mais elevado em termos de segurança e rigidez torcional, um benefício claro da TNGA é estar pronta para permitir um amplo leque de conjuntos mecânicos.

Com isso, o futuro Corolla 2020 brasileiro deverá ganhar uma opção com motorização híbrida, elevando consideravelmente o nível de eficiência do modelo dentro da categoria. Ainda não se sabe se esse conjunto propulsor utilizará como base o motor 1.5 a combustão ou o 1.8 atual, que deverá seguir em linha como uma das opções para o novo Corolla.

Segundo alguns rumores da mídia especializada em mercados como EUA, Europa e até mesmo na Índia, algumas apostas dão conta de que o modelo poderá receber um propulsor 1.2 turbo ou até mesmo utilizar motores oriundos de uma parceria da Toyota com a BMW, com destaque para 1.5 de 3 cilindros que também poderia figurar  no sedã muito provavelmente em mercados selecionados. 

No visual, a próxima geração do Toyota Corolla deverá ostentar linhas semelhantes às do novo Camry, por exemplo, como nos mostra a projeção do designer Kleber Silva. A dianteira passará a contar com linhas repletas de vincos e curvas, lembrando até o que observamos no Prius hoje em dia.

Ainda é cedo para apostarmos em algo para a parte interna do Corolla renovado, mas é certo que a cabine também seguirá a proposta mais ousada da parte externa, marcando uma notória evolução para um carro que sempre mirou um público mais conservador e, com isso, buscava formas mais equilibradas para agradar um maior número de potenciais clientes.

Se estiver surfando na onda de ótima aceitação que sempre ostentou por aqui, o Corolla deverá ampliar ainda mais sua participação na categoria e no mercado brasileiro como um todo.

 
 
Projeção do designer Kleber Silva com os primeiros detalhes da nova geração do Toyota Corolla
 
Projeção do designer Kleber Silva com os primeiros detalhes da nova geração do Toyota Corolla
Projeção do designer Kleber Silva com os primeiros detalhes da nova geração do Toyota Corolla
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/