Novo Fiat 500 deverá se tornar um ''Tesla urbano''

Essa é a proposta da Fiat para o modelo, que terá propulsão apenas elétrica
Acima o Fiat 500 vendido na Europa, modelo que ainda conta com ótima aceitação e números de venda na região

Acima o Fiat 500 vendido na Europa, modelo que ainda conta com ótima aceitação e números de venda na região | Imagem: Divulgação

Lançado na Europa em 2005, o Fiat 500 fez um relativo sucesso aqui no Brasil a partir de 2011, quando começou a ser importado do México e chegou por aqui com preços bem convidativos para quem desejava um subcompacto urbano com nível de acabamento bem melhor em relação aos hatches de entrada e pacote superior de equipamentos.

Enquanto a marca não sabe se retoma ou não a importação ao modelo ao Brasil – possibilidade que se tornou remota com o valor atual do dólar – vários detalhes sobre a próxima geração do Fiat 500 começaram a ser descobertos no Velho Continente.

Durante entrevista para a Auto Express no Salão de Genebra, o responsável pela área de marketing da FCA e da marca Fiat, Olivier François, confirmou que o novo Fiat 500 terá apenas propulsão elétrica. “Ele será um tipo de um Tesla urbano, com um design muito bonito. Ele vai preservar sua italianidade, a dolce vita em um carro elétrico. Será o oposto do conceito Centoventi”, declarou o executivo, terminando sua fala com uma referência ao conceito revelado no mesmo salão, o qual se destaca pela modularidade e custo mais acessível que o seu projeto vai permitir.

Uma peculiaridade é que a Fiat vai continuar produzindo o 500 atual, com motor a combustão, em conjunto com a nova geração, uma vez que nem todos os mercados estão prontos para receber apenas a versão elétrica por uma questão de infraestrutura para carregamento de carros elétricos.

Outro ponto é que o novo Fiat 500 com propulsão 100% elétrica será baseado em uma nova plataforma que está sendo desenvolvida pela Fiat Chrysler para os próximos carros do conglomerado. “É uma nova plataforma criada para a eletrificação. Ela faz o projeto do carro se tornar algo totalmente diferente. O hatch continuará sendo um 500, com o mesmo tamanho, as mesmas proporções, mas não apenas o mesmo carro. Ele será o 500 do futuro”, completa o executivo da FCA.

Vamos ver se, quem sabe em um futuro próximo, o simpático 500 possa voltar ao nosso mercado.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!