Renault Kiger tem visual parcialmente revelado em teaser

SUV pequeno é versão do Nissan Magnite e deve ser apresentado em breve como conceito. Lançamento mundial está previsto para 2021
Renault Kiger 2021

Renault Kiger 2021 | Imagem: Divulgação

A Renault revelou neste domingo o primeiro teaser do Kiger, seu futuro SUV baseado no Kwid. O vídeo mostra poucos detalhes do carro, se concentrando no conjunto óptico de LED, uma rápida passada pela lateral e a tampa do porta-malas (assista abaixo).

Como o Autoo mostrou, o Kiger é um derivado do Nissan Magnite, e tem sido flagrado na Índia ainda camuflado. Por ser ainda um conceito, o modelo exibe formas que podem não ser reproduzidas na versão de produção, mas em geral os poucos elementos reveados estão coerentes com os protótipos avistados.

Embora tenha muito do Magnite, o Kiger pode contar lanternas traseiras de LED, um recurso ausente no Magnite. O interior, também flagrado, faz uso de partes do Triber e do Magnite. A lista de equipamentos deve ser semelhante à do Magnite, com destaque para um central multimídia com tela de toque de 8 polegadas com Apple CarPlay e Android Auto, ar-condicionado automático, controle de cruzeiro, painel de instrumentos digital, faróis de LED. O modelo deverá contar com protegida por controle eletrônico de estabilidade, sensores de estacionamento traseiros, uma câmera de estacionamento, ABS com EBD e até quatro airbags.

Renault Kiger 2021
Renault Kiger 2021
Imagem: Divulgação

O Kiger utiliza a plataforma CMF-A+ da Renault, compartilhada com o Triber e o Magnite. Ele deve contar com dois motores a gasolina de 1.0 litro, um aspirado com 72 cv e outro turbo de 100 cv. Haverá um câmbio manual de 5 velocidades e uma transmissão CVT limitada ao motor turbo, diz a imprensa indiana.

Antes previsto para o mês passado, o Kiger deve ser lançado no mercado asiático no início de 2021, mas a Renault irá apresentar o modelo antes disso, para sentir a receptividade do público. Por suas características, o modelo da Renault tem tudo para chegar ao Brasil, embora a marca até hoje não tenha se pronunciado.

 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!