Renault Kiger, futuro SUV barato da marca, será estratégico em mercados emergentes

Irmão de projeto do Nissan Magnite, modelo terá propulsor eficiente sob o capô
Flagra do inédito Renault Kiger em teste na Índia

Flagra do inédito Renault Kiger em teste na Índia | Imagem: Autocar India

Pode parecer, a princípio, um produto distante de nossa realidade no momento, mas o futuro Renault Kiger é um SUV que merece toda a nossa atenção por alguns motivos que vamos elencar a seguir.

O primeiro deles é que seu projeto foi concebido na Índia e ele está inserido na mesma família que deu origem ao compacto Kwid e à minivan Triber. Em comum, esses modelos foram pensados tendo como premissa o baixo custo, em grande parte focados a países emergentes como é o nosso caso.

Em segundo lugar, o Renault Kiger é praticamente um irmão do Nissan Magnite, SUV pequeno de mesma proposta que o Kiger e recentemente revelado, adivinhem só, na Índia. Ganham cada vez mais força os rumores de que o Nissan Magnite será nacionalizado em breve, ocupando o lugar na linha de montagem da Nissan em Resende (RJ) deixado pelo March.

Por fim, ainda na lista de razões pelas quais o Kiger é um modelo que vale a pena ficarmos de olho, está na recente re-estruturação da Aliança Renault-Nissan ao redor do mundo. As fabricantes que integram a parceria empresarial passarão a destinar uma atenção cada vez maior aos utilitários esportivos aqui no Brasil e é inegável que um SUV com a proposta do Kiger reúne todas as condições para ser bem aceito em nosso país.

Interior do inédito Renault Kiger flagrado na Índia
Interior do inédito Renault Kiger flagrado na Índia
Imagem: Autocar India

A notícia mais recente envolvendo o Kiger foi publicada nesta segunda (2) pelo Autocar India e sinaliza a relevância do futuro modelo por lá.

Sob o capô do Kiger será oferecida como opção um novo motor 1.0 turbo (HR10) dentro da gama Renault produzida por lá. Nem tão inédito assim em uma perspectiva global, ele é o mesmo 1.0 com 3 cilindros sobrealimentado que já figura em modelos como o Renault Duster europeu e ele também será aplicado no Nissan Magnite. A previsão era que, dentro do portfólio indiano da Renault, o motor em questão fosse aplicado inicialmente na minivan 7 lugares Triber, contudo a Renault decidiu rever sua estratégia para reforçar a importância do Kiger. 

Renault Kiger é flagrado na Índia
Renault Kiger é flagrado na Índia
Imagem: Reprodução Gaadi Waadi

Conferindo ainda mais destaque ao SUV pequeno, caberá a ele ser o primeiro Renault no país asiático a contar com o 1.0 tricilíndrico sob o capô. De acordo com o Autocar India, a Renault preferiu, por uma decisão de marketing, lançar o motor novo no país em um carro até então inédito, dessa forma ampliando a relevância da estreia, ao invés de aplicar o propulsor mais sofisticado em um carro já à venda como é o caso do Triber.

A nova unidade de potência deverá entregar um pouco mais de 95 cv e trabalhar em conjunto com uma transmissão automática CVT. 

A previsão é que o Renault Kiger será completamente revelado em 2021, quando teremos as primeiras informações oficiais do modelo e saberemos se existe ou não alguma possibilidade concreta dele chegar ao mercado brasileiro. Vamos acompanhar.

Projeção antecipa o futuro Renault Kiger
Projeção antecipa o futuro Renault Kiger
Imagem: Kleber Silva