Renault Master se destaca de Ducato e Sprinter no segmento de usados

Utilitário francês contou com a maior valorização entre as concorrentes diretas
Renault Master Furgão

Renault Master Furgão | Imagem: Divulgação

Mais um monitoramento de mercado interessante foi divulgado pela Mobiauto nesta semana, desta vez envolvendo o segmento de furgões comerciais, categoria que ganhou força durante a pandemia por conta do desenvolvimento do comércio eletrônico. 

Modelo que lidera as vendas no segmento e foi atualizado recentemente, o Renault Master mostrou-se também um excelente negócio para quem optou por ele, liderando a valorização entre as unidades seminovas. 

De acordo com o estudo da Mobiauto, a van da Renault chegou a apresentar um acréscimo de até 33,4% na configuração Master 2.3 16V dCi L1H1 Furgão. A pesquisa leva em conta unidades recém-adquiridas zero km pelos compradores durante o ano de 2021 e que foram colocadas à venda logo no mercado. 

VEJA TAMBÉM:

Dos dez modelos mais bem colocados no levantamento, a Renault Master emplacou seis versões, tendo o Furgão e a versão Passageiros mais valorizadas do mercado, respectivamente na primeira e na segunda posições. A Ducato encaixou três versões no Top Ten, com o mérito de incluir o Chassi com a maior alta, na nona posição. E a Mercedes posicionou-se numa ótima terceira posição, mas trouxe uma única versão”, detalha a Mobiauto. 

Considerando a média de todas as versões de Renault Master, Mercedes-Benz Sprinter e Fiat Ducato, a valorização do furgão francês foi de 24,7%, enquanto o representante italiano foi negociado com um acréscimo de 20,5% e o modelo da marca alemã ficou 16,7% mais caro. 

Como houve falta de modelos zero km, esses compradores migraram para os seminovos, o que explica essa valorização acima da média de mercado (23,5%)”, acrescenta Sant Clair Castro Jr, consultor automotivo e CEO da Mobiauto.

Tabela da Mobiauto com a valorização dos furgões ao longo de um ano
Tabela da Mobiauto com a valorização dos furgões ao longo de um ano
Imagem: Divulgação