O time mundial dos supercarros teve mais uma baixa e novamente um representante dos Estados Unidos. Depois do Dodge Viper, que teve sua produção encerrada em 2010, foi a vez da Saleen anunciar o final de suas operações. Famosa por suas versões potencializadas de carros da Ford, como séries do Mustang e da picape F-150, a preparadora, fundada em 1983 por Steve Saleen, entrou para o mapa dos superesportivos no ano 2000 quando apresentou o S7, uma máquina capaz de atingir 380 km/h com seu motor V8 biturbo com 750 cv.

Além de sofrer um forte baque financeiro com a crise econômica mundial de 2008, a Saleen também se envolveu com uma série de processos judiciais pela disputa do uso de sua marca, atualmente em poder de acionistas. Para sanar a situação, a empresa optou por fechar a divisão de desenvolvimento de novos carros. No entanto, em comunicado, a preparadora afirmou que seguirá atuando no ramo de auto-peças para o mercado de personalização.

Thiago Vinholes

|