Segundo lote do Chevrolet Bolt deve chegar mais caro ao Brasil

Primeiro modelo 100% elétrico da marca no Brasil terá mais unidades chegando em nosso país a partir do mês que vem
Chevrolet Bolt 2020

Chevrolet Bolt 2020 | Imagem: Divulgação

Depois de iniciar as vendas de seu primeiro modelo 100% elétrico no Brasil no final do ano passado, a Chevrolet está se preparando para receber um segundo lote do Bolt para venda nas 26 concessionárias da marca habilitadas para a comercialização do modelo.

O Chevrolet Bolt foi oferecido em pré-venda desde o final de 2019 com um preço de R$ 175.000 e todas as primeiras 50 unidades do primeiro lote já foram vendidas. Os carros desse segundo lote que deve chegar a partir de fevereiro devem ficar mais caros, uma vez que as primeiras unidades mantiveram os preços anunciados no Salão do Automóvel de 2018, mas, desde então, a cotação do dólar subiu e o Bolt é importado.

Desde a linha 2020, como noticiamos no Autoo, o Chevrolet Bolt passou a entregar maior autonomia e um sistema de armazenamento de eletricidade mais eficiente, em especial graças a uma alteração na química na bateria e uma revisão no sistema de recuperação de energia cinética.

Com as mudanças, o hatch elétrico da Chevrolet passou a ter uma autonomia declarada de 416 km, número obtido no ciclo de testes norte-americano de consumo de energia. O motor elétrico do Bolt consegue entregar 150 kW de potência (cerca de 203 cv) e nada menos que 36,7 kgfm de torque, número similar ao de um motor a combustão 2.0 turboalimentado.

Chevrolet Bolt 2020
Chevrolet Bolt 2020
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!