Um carro muito pequeno com motor elétrico é a fórmula ideal para se obter a máxima eficiência em centros urbanos, tanto pela agilidade quanto pela emissão zero. Essas são as premissas do Smart Fortwo ED, a versão definitiva do subcompacto com motorização elétrica, que acaba de ter seu lançamento confirmado para o Salão de Frankfurt, em setembro.

O veículo é a terceira geração do projeto, mas somente em 2012 chegará as ruas. A Mercedes-Benz, dona da Smart, afirma que o carro será oferecido em 30 países e para o lançamento 30.000 unidades serão produzidas. Os preços, porém, ainda não foram definidos.

Segundo nota da Smart, o Fortwo ED é 33 cv mais potente que o último protótipo, totalizando 73 cv disponíveis já no primeiro giro do motor elétrico. Esse aumento da força por consequência elevou a performance do veículo, que agora acelera do 0 aos 100 km/h em 13 segundos e atinge a velocidade máxima de 120 km/h.

As baterias de íon lítio também estão mais avançadas, permitindo armazenar ainda mais eletricidade. De acordo com a marca, uma carga é suficiente para uma autonomia de até 140 km em vias urbanas andando a uma média de 60 km/h. A recarga do sistema é do tipo Plug-in, no qual o veículo é literalmente ligado na tomada.

Thiago Vinholes

|