SUV de maior sucesso na Volks, Tiguan teve a 3ª geração parcialmente revelada

Marca alemã promoveu test-drive com protótipos do novo modelo, antecipando seus detalhes além de imagens camufladas
O SUV Tiguan de 3ª geração ainda camuflado

O SUV Tiguan de 3ª geração ainda camuflado | Imagem: Divulgação

O Tiguan tem em sua conta algo para se orgulhar. O SUV médio, lançado em 2007, tomou o lugar do Golf como veículo mais vendido da Volkswagen no mundo. Não é à toa que a montadora alemã tem todo cuidado em pensar na próxima geração, prevista para ser lançada em 2024.

Mas bem antes de chegar às lojas (europeias em primeiro lugar), a Volks decidiu antecipar um pouco do que vem por aí. Chamou alguns jornalistas para Ehra Lessien, a pista de testes da empresa perto de Wolfsburg, sua sede, para conhecer os protótipos do SUV, ainda exibindo camuflagens.

A esses privilegiados, foi possível dirigir o novo Tiguan em versões a diesel (ainda popular na Europa) e híbrida a gasolina e a impressão deles foi boa.

Modelo é 3,2 cm mais longo que o atual Tiguan
Modelo é 3,2 cm mais longo que o atual Tiguan
Imagem: Divulgação

O grande desafio da Volks em relação ao Tiguan é colocar no mercado um novo SUV em meio à onda de elétricos a bateria. E o SUV não é exatamente algo inédito: ele continua a usar a plataforma MQB da segunda geração, porém, chamada agora de “Evo”.

Em termos de dimensões, o Tiguan 2024 cresceu no comprimento (3,2 cm) e na altura (microscópicos 5mm) e manteve a largura (1.939 mm) e o entreeixos (2.681 mm). Ainda assim, o porta-malas ganhou mais 33 litros.

Telas grandes

As formas do novo SUV, embora disfarçadas, podem ser percebidas nas imagens de divulgação. O Tiguan passou a ter formas mais suaves e elegantes, além de um toquezinho de família ID.

No interior, o carro passou a contar com um painel de instrumentos digital de 10,25 polegadas além de uma central multimídia de 12,9 polegadas – diz-se que haverá a opção de uma tela de 15 polegadas que hoje é usada pelo elétrico ID.7.

Porta-malas ganhou mais 33 litros de capacidade
Porta-malas ganhou mais 33 litros de capacidade
Imagem: Divulgação

Como se espera, o utilitário esportivo foi aprimorado na eletrônica. A suspensão ativa, por exemplo, agora é gerida pelo DCC Pro (opcional). Já a frenagem empresta o sistema Vehicle Dynamics Manager do Golf 8.

O Tiguan a diesel estava equipado com um motor 2.0 TDI de 193 cv, segundo os relatos. A sensação de alguns jornalistas é que o carro está mais confortável e preciso no andar, ainda assim parecendo um veículo de maior porte.

As versões híbridas devem contar com motores de 204 e 272 cv, com autonomia aumentada e recarga mais rápida.

Volkswagen Tiguan 2017
O Tiguan chegou ao mercado em 2007 e roubou do Golf o título de carro mais vendido da Volks 
Imagem: Divulgação

Distante do Brasil

Desde a chegada da segunda geração ao Brasil, o Tiguan mudou seu perfil. A Volks preferiu ter um modelo europeu e outro norte-americano, o Allspace, de porte maior. Foi esse último que apareceu por aqui e teve até uma boa aceitação até a chegada do Taos, um SUV menor feito na Argentina.

Com preço elevado e demanda pequena, o Tiguan se despediu do nosso país. Por isso a 3ª geração, mais sofisticada e pensada para o público europeu, está mais mais distante do público brasileiro.

Para nós, talvez a esperança esteja na Ásia. A Volks desenvolve na China um novo SUV de 7 lugares e que deve se chamar Tayron.

Recomendados por AUTOO

Youtube
Volvo XC40, um SUV elétrico com preço mais acessível

Volvo XC40, um SUV elétrico com preço mais acessível

Modelo custa menos que similares alemães e não decepciona. Confira avaliação
Aviação
Embraer tenta vender o avião de ataque A-29 Super Tucano para Gana

Embraer tenta vender o avião de ataque A-29 Super Tucano para Gana

País africano quer usar turboélice brasileiro para combater grupos terroristas e pode encomendar até cinco aeronaves
AUTOO
Siga o AUTOO em nosso canal no WhatsApp

Siga o AUTOO em nosso canal no WhatsApp

Acompanhe as notícias sobre automóveis do site de forma mais rápida e prática!