Marca que sempre foi muito bem resolvida no campo dos carros compactos, colecionando sucessos desde a época do Uno, Palio, a Fiat não obteve o sucesso esperado quando almejou encostar nos sedãs médios com o Linea

Agora em uma nova fase, onde adquiriu maior know-how técnico e o acesso à plataformas muito interessante após adquirir a Chrysler, a Fiat procurou voltar suas atenções para modelos inéditos, dentre eles a bem-sucedida Toro, mas também decidiu reforçar seu time de modelos mais acessíveis. Assim, vimos a chegada do Mobi às concessionárias bem como a dupla Argo e Cronos, sedã que é o tema de nossa avaliação no teste de hoje. Diferentemente do Linea, com o Cronos a Fiat quer marcar uma forte posição entre os sedãs compactos, uma decisão acertada já que ela é consolidada no segmento. Além disso, hoje os sedãs compactos representam o segundo maior volume de vendas no mercado brasileiro. 

Na época do lançamento, já tecemos nossa opinião sobre a versão Drive 1.3 manual, a qual julgamos a mais interessante e equilibrada hoje em dia para o Cronos, mas faltou abordar a versão topo de linha do sedã, no caso a Precision 1.8 automática que reunimos aqui.

No universo de quem está disposto a pagar mais por confortos como uma transmissão automática e um nível maior de equipamentos, o Cronos Precision topo de linha mostra que tem um custo-benefício bem interessante.

Partindo de R$ 69.990, o modelo sai de fábrica com central multimídia (tela de 7”, CarPlay e Android Auto são os destaques do equipamento), computador de bordo, os controles de tração e estabilidade, rodas de liga leve aro 16”, trio elétrico, ar-condicionado, direção elétrica progressiva, dentre outros. Com isso, o Cronos Precision automático é uma excelente opção sobretudo para o público de pessoas com deficiência (PCD). Além de não extrapolar o teto de R$ 70.000 para a compra com isenção, ele sai bem mais equipado que muitos SUVs em suas versões destinadas para esse público. 

Se você quiser acrescentar o revestimento interno de couro será necessário levar em conjunto as rodas de liga leve aro 17” dentro do Kit Stile, que custa mais R$ 3.290. Completão, com câmera de ré, airbags laterais, ar-condicionado automático digital, chave presencial, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, dentre outros, o preço do Cronos Precision automático fica em R$ 80.520.

O Cronos, assim como o Argo, é um modelo com uma qualidade de rodar e comportamento dinâmico que fazia tempo não encontrávamos em um carro da montadora italiana. Como já mencionamos, graças a uma arquitetura mais moderna e avançada desenvolvida em conjunto com a Chrysler, o Cronos entrega respostas ao volante muito boas e bastante conforto ao rodar, mesmo se equipado com as rodas aro 17”, o que é raro em nosso piso. 

A boa posição de dirigir associada ao volante bonito e com ótima empunhadura que o Cronos oferece nos lembram algumas qualidades do saudoso Punto. Aliás, a Fiat também caprichou no acabamento interno. O design em geral das peças plásticas e os materiais escolhidos para a cabine do Cronos denotam muito bom gosto e cuidado no projeto. 

Só que um carro novo e tão agradável de dirigir como o Cronos merecia um conjunto mais moderno, sobretudo um motor mais eficiente que seu 1.8 16V. Não que ele seja ruim, mas hoje no segmento o patamar em termos de economia de combustível está mais elevado, sobretudo após a estreia do Volkswagen Virtus nas versões Comfortline e Highline com a motorização 1.0 TSI. A Fiat bem que tentou resolver alguns pontos nessa questão colocando o start-stop no Cronos, mas ainda não o suficiente para que ele chegue perto do concorrente alemão. Segundo os números oficiais, o Cronos 1.8 automático alcança médias de 10,3 km/l na cidade e 13,3 km/l na estrada com gasolina. O Virtus 1.0 com turbo e injeção direta registra 11,2 e 14,6 km/l, respectivamente, com a vantagem de entregar o mesmo nível de desempenho que o Cronos com seu motor maior em deslocamento.

É certo que a Fiat está ciente disso e já trabalha em motores turbo para equipar sua linha nacional, algo que tornará as versões mais caras de Cronos e Argo bem mais competitiva em especial se olharmos para o futuro a curto prazo e pensarmos nas novas gerações de Chevrolet Onix, Hyundai HB20, dentre outros.

E, de fato, é só uma melhora no conjunto propulsor que falta ao Cronos, já que sua cabine e o bom porta-malas para 525 litros mostram-se bem alinhados com o que podemos encontrar como tendência no segmento.

Logo, se você não tem a necessidade de comprar um modelo automático que fique abaixo dos R$ 70.000 e está de olho em um sedã compacto recente, hoje em dia é melhor partir para um Volkswagen Virtus Comfortline. O representante da Volkswagen é tabelado em R$ 74.680 na versão citada e já conta com grande parte dos equipamentos de série que o Cronos Precision sai de fábrica, com a vantagem que no Virtus Comfortline os 4 airbags figuram como item de série. Com um conjunto mecânico mais avançado, uma boa arquitetura e oferecendo uma cabine ainda mais espaçosa que a do Cronos, o Virtus é a melhor opção hoje em dia para quem tem mais de R$ 70.000 e deseja um bom carro familiar sem gastar muito.

Ao Cronos, de uma maneira geral, o modelo é bem mais vantajoso em suas versões de entrada com motor 1.3 e câmbio manual. Isso até a Fiat colocar no mercado seus motores turbo, aí certamente a disputa com o Virtus nos nichos de mercado mais caros ficará bem mais acirrada.

 
 
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
 

Ficha técnica

Fiat Cronos 2019 Precision AT6 1.8 16V flex automático 4p
Preço R$ 69.990 (02/2018)
Categoria Sedã compacto
Motor 4 cilindros, 1747 cm³
Potência 135 cv a 5750 rpm (gasolina)
Torque 18,8 kgfm a 3750 rpm
Dimensões Comprimento 4,364 m, largura 1,726 m, altura 1,516 m, entreeixos 2,521 m
Peso em ordem de marcha 1271 kg
Tanque de combustível 48 litros
Porta-malas 525 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |