Toyota Corolla atinge 1 milhão de unidades produzidas no Brasil

Feito foi alcançado no dia 23 de março na fábrica da marca em Indaiatuba (SP)
Toyota Corolla 2018

Toyota Corolla 2018 | Imagem: Divulgação

Com um estrondoso sucesso comercial registrado no Brasil, onde é o 7º carro mais vendido do país segundo o ranking de vendas de março, não é por acaso que o Toyota Corolla registrou um feito muito importante. A marca japonesa celebrou no dia 23 de março a produção da unidade de número 1 milhão do Corolla. Por aqui o sedã é fabricado na unidade de Indaiatuba, localizada no interior de São Paulo. 

O milionésimo Corolla foi uma unidade na versão Altis já como linha 2018 e na cor branco perolizado. A fábrica da Toyota em Indaiatuba foi inaugurada em setembro de 1998 e atualmente conta com cerca de 2 mil funcionários. A planta oferece como um de seus atributos  uma pista de testes com um quilômetro de extensão que permite validar não só os modelos produzidos por lá bem como a homologação de novos componentes que possam ser usados nos produtos. O Corolla faz sucesso no Brasil em grande parte amparado pelo retrospecto de robustez de seu conjunto mecânico e o bom atendimento de sua rede de concessionárias, atributos que trouxeram para o modelo uma legião de fãs aqui no país. 

A história do Corolla no Brasil começa em 1994, ainda importado do Japão. Na época, destaca a Toyota, as mudanças na legislação brasileira em relação ao comércio internacional de veículos assegurou a chegada das primeiras unidades do Corolla no território nacional vindas de sua sede.

Já nos três primeiros anos de vendas no mercado, a Toyota observou um crescente interesse dos consumidores pelo sedã, que já despontava como líder de seu segmento em vários países ao redor do mundo. O aumento constante da demanda apoiou o plano da fabricante para viabilizar sua produção local. Tanto que, em 1997, a empresa anunciou aporte de US$ 150 milhões para construção da planta que daria início à produção do Corolla brasileiro.

Para escolha do local que abrigaria o primeiro complexo a fabricar o sedã em solo latino-americano, já em sua oitava geração, a Toyota levou em consideração os aspectos logísticos e da qualificação de mão de obra ao selecionar o município de Indaiatuba (SP). A cidade entrou para o mapa da indústria automobilística global em 1998, ano de inauguração das operações, ao ceder um espaço de 1,5 milhão de m2, onde a Toyota baseou uma de suas principais unidades produtivas no mundo.

Desde então, o Corolla vem se destacando como um dos veículos de maior sucesso em vendas de seu segmento em todo o Brasil, com mais de 765 mil unidades negociadas até os dias de hoje. Só em 2016, o veículo fechou com 64.734 veículos vendidos, mantendo a liderança absoluta entre todos os sedãs médios nacionais, com quase 50% do total de emplacamentos nesta fatia de mercado.

Neste ano, o Corolla continua líder em seu segmento e já soma 12.937 unidades comercializadas de janeiro a março, com 44% de market share.

Vale destacar que o Corolla já está em sua 11ª geração, com uma história que supera 50 anos de vida. Hoje o sedã médio é produzido em 13 países e comercializado em 150. Desde o início de sua produção, o Corolla soma mais de 44 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, tornando-se o veículo mais vendido de todos os tempos.

Recentemente o Toyota Corolla estreou a linha 2018 no Brasil trazendo novidades importantes, como a chegada dos controles de estabilidade e tração e 7 airbags de série. Você pode conferir aqui o teste do AUTOO a bordo da versão XEi 2018, a mais vendida do modelo.