Veja 10 fatos e curiosidades do Citroën C3 Aircross de 7 lugares que acaba de chegar

Com mais versatilidade e praticidade, o crossover veio para concorrer com a Chevrolet Spin
Citroën C3 Aircross

Citroën C3 Aircross | Imagem: Divulgação

Quando se quisesse comprar um carro com capacidade para transportar mais do habitual de cinco pessoas e não quisesse pagar mais de R$ 200 mil por isso, a saída era única: comprar a Chevrolet Spin

VEJA TAMBÉM:

Mas nesse começo de ano a Citroën lançou o C3 Aircross. Apesar de ter mais jeitão de SUV do que minivan, não podemos negar a semelhança entre os dois com a proposta versátil de sete lugares.Confira 10 fatos e curiosidades do crossover que tem tudo para dar certo no mercado de “SUVs” de entrada.

 

Nome

O nome C3 se consagrou no Brasil desde o seu primeiro modelo, lançado no início de 2003, inicialmente como um compacto premium e agora como um monovolume - batizado pela Citroën de C3 Aircross - e versões para transportar até sete passageiros.

Projeto

É o 2° carro do projeto C-Cubed cuja proposta é abastecer e aumentar a participação nos mercados emergentes como a América do Sul e do Sul da Ásia como a Índia. No Brasil, veio em 2022 com o hatch C3. Ainda está previsto para este ano o C3 X (Projeto CC22), um SUV com visual parecido com o Fiat Fastback.

Plataforma

Ele também usa a base global modular CMP (Common Modular Platform) que permite construir veículos compactos (segmento B), média gama (C) e SUVs compactos e motores a combustão, híbrido ou 100% elétrico dos veículos do grupo Stellantis. 

Fabricação nacional

O C3 Aircross é produzido na planta industrial de Porto Real, RJ, cuja unidade começou a operar há mais de 25 anos com o estreante Peugeot 206. Com um investimento de R$ 220 milhões, anunciado em outubro de 2019, a Peugeot transformou a fábrica em uma das mais modernas do mundo.

Concorrentes

Além do C3 Aircross, a minivan Spin é outro modelo que conta com a possibilidade de transporte de sete passageiros que, antes da chegada do modelo da marca francesa, era a única a reinar sozinha no segmento dos crossovers com essa configuração.

Detalhes “off road”

Para reforçar o espírito aventureiro do novo C3, a marca não poupou esforços ao dar aquela “maquiada e carregar no vestuário”. Até aí, normal, mas só não se deixe enganar e pisar nos estribos laterais. Neles, há até um aviso em inglês “No Step”, ou não suba.

Espaço interno

Se precisar acomodar bagagens, basta remover os banquinhos traseiros e guardá-los em uma bag da Mopar que é vendida à parte. Já se precisar carregar mais pessoas, não terá como gozar dos 493 litros do porta-malas.

Dimensões

O C3 Aircross tem 4,32 m de comprimento (cerca de 34 cm maior ao C3 hatch), 1,80 m de largura, 1,67 m de altura e tem a distância entre-eixos de 2,67 m, o que faz dele o menor SUV a contar com a possibilidade de transportar com conforto até sete passageiros.

Versões

As três versões - Feel, Feel Pack e Shine - contam com o mesmo conjunto motriz, o tricilíndrico turbinado flex 1.0 (130/124 cv e 20,4 kgfm) ligado ao câmbio CVT que simula sete marchas e que também equipa diversos carros das marcas Fiat e Peugeot.

Preços

Com preço bastante convidativo, a mais simples Feel sai por R$ 112.990 podendo chegar a R$ 136.590 como é o caso da topo de linha Shine. São valores próximos ao da Spin que oferece mais espaço, mas que nos Aircross o nível de equipamentos é superior.

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

 

 

Fernando Garcia

Especialista em análises do mercado de veículos usados, Fernando Garcia tem passagens por revistas automobilísticas e no AUTOO traz vários artigos especiais com curiosidades, serviços e dicas.

Recomendados por AUTOO

Youtube
RAM Rampage Laramie a diesel

RAM Rampage Laramie a diesel

Será que ainda é vantajoso ter picape com motor turbodiesel?
Aviação
Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Mas nega que isso possa atrapalhar operação dos novos Gripen suecos
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções