O Fiat Uno é um carro que merece muito respeito. Com uma rica trajetória de 34 anos de vida no Brasil, ele evoluiu bem desde os tempos do Mille. Segundo dados da Fiat, de 1985 a 2013 foram produzidas 3.957.336 unidades do hatch, o que nos mostra porque ao longo desses anos o Uno foi se tornando um símbolo de carro popular no Brasil. Como você pode conferir em nosso ranking dos Carros mais vendidos no Brasil nos últimos anos, o Fiat Uno é o segundo colocado logo atrás do Volkswagen Gol.

O melhor ano em vendas na história do Fiat Uno foi 2011, quando foram registrados 273.552 emplacamentos do modelo.

Contudo, em uma análise considerando o período de 2012 a 2017, é possível constatar como a preferência do público brasileiro entre os hatches compactos mudou para modelos com uma cabine um pouco mais espaçosa, bem como oferecendo um porta-malas na casa de 300 litros além de um conteúdo de tecnologia e conectividade melhores. Isso sem falar na preferência cada vez maior do publico pelo câmbio automático, algo que o Fiat Uno não oferece. 

Considerando os dados do Autoo, é possível constatar uma redução acumulada nas vendas do Fiat Uno da ordem de 153,6% no período 2012 a 2017. No ano passado, somente 34.332 unidades do Uno ganharam as ruas, um volume muito pequeno para um automóvel tão relevante. 

Uma das quedas mais acentuadas no volume de vendas do Fiat Uno fica entre os anos de 2015 para 2016, com uma redução de 56,3% nas vendas do veterano hatchback. Confira abaixo o levantamento completo que mostra quanto as vendas do Fiat Uno foram diminuindo entre 2012 e 2017:

De 2012 para 2013: redução de 27,9%
De 2013 para 2014: redução de 33,6%
De 2014 para 2015: redução de 35%
De 2015 para 2016: redução de 56,3%
De 2016 para 2017: redução de 0,8%

Outro modelo com um histórico tão relevante quando o Fiat Uno aqui no Brasil, o VW Gol no mesmo período de 2012 a 2017 registrou uma redução acumulada de 100,1%. No caso do VW Gol, é curioso notar que as vendas aumentaram de 2016 para 2017, o que ajuda o VW a registrar um resultado um pouco melhor que o Uno. Confira o levantamento referente às vendas do VW Gol de 2012 a 2017:

De 2012 para 2013: redução de 13%
De 2013 para 2014: redução de 28,1%
De 2014 para 2015: redução de 55%
De 2015 para 2016: redução de 27,1%
De 2016 para 2017: aumento de 23,1%

Uma das questões que também podem afetar a redução na procura pelo Uno e o Gol ao longo dos anos pode ser creditada ao “fator novidade” que modelos como Hyundai HB20, Chevrolet Onix e Toyota Etios trouxeram ao segmento. Com mais opções, o público antes acostumado a poucos modelos na faixa dos “populares” passou a contar com um leque bem maior de opções por valores semelhantes. O Hyundai HB20, por exemplo, ainda se destacou na época de seu lançamento ao oferecer atributos relevantes como os 5 anos de garantia, visual arrojado e motores modernos para a época.

A Volkswagen, ao menos, ainda tenta dar uma sobrevida ao Gol com a recente inclusão do câmbio automático, alguns retoques no visual e a prática de preços mais competitivos para suas versões 1.0 e 1.6. O Uno, por sua vez, é oferecido apenas com motorização 1.0 e, como dissemos, não tem em sua lista de equipamentos o câmbio automático. 

Com isso, hoje o VW Gol ainda consegue se manter vivo no mercado e, no acumulado de 2018, figura na 5ª posição no ranking de vendas. O Uno, que já brilhou nesse levantamento, figura hoje apenas na 51ª posição. À frente do Uno, como o 50º carro mais vendido no Brasil em 2018, aparece o Toyota SW4, modelo bem maior e mais caro. 

Ciente de que falta ao Uno alguns atributos para torná-lo mais competitivo, a Fiat hoje resolveu conferir um caráter bem mais racional e de carro de entrada ao modelo.

Hoje, o Fiat Uno 2019 é oferecido apenas em duas versões. A opção de entrada Attractive, tabelada em R$ 42.990, conta com o motor 1.0 de 4 cilindros e traz de série direção hidráulica, travas e vidros elétricos, ar-condicionado, dentre outros. Logo acima está a versão Drive de R$ 44.820, que se diferencia pelo motor mais moderno, no caso o 1.0 com 3 cilindros, e troca a assistência hidráulica pela elétrica para a direção, dentre outros aprimoramentos discretos.

Fato é que, para voltar a ser competitivo no mercado, o Fiat Uno precisa de uma evolução total de seu projeto, mais alinhado com as necessidades e desejos do público brasileiro envolvendo hatches compactos. Sabe-se que a Fiat planeja 15 lançamentos nos próximos 5 anos no Brasil e, pela relevância que seu nome carrega por aqui, é muito provável que a Fiat não vai deixar o legado do Uno passar em branco.

 
 
Fiat Uno 2019
 
Fiat Uno 2019
Fiat Uno 2019
Fiat Uno 2019
 
Fiat Uno 2019
Fiat Uno 2019
Fiat Uno 2019
 
Fiat Uno 2019
Fiat Uno 2019
Fiat Uno 2019
 
Fiat Uno 2019
Fiat Uno 2019
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |