A partir de 2020 será mais difícil entrar num Volvo e, estando drogado ou embriagado, sair dirigindo. A montadora já havia apresentado a redução da velocidade máxima como um dos principais requisitos para diminuição das mortes no trânsito. Agora chegou a vez de atacar outro ponto muito relevante para tornar o trânsito mais seguro, no caso a possível intoxicação dos condutores.

É focando nessas lacunas do comportamento humano que a fabricante quer zerar o número de feridos e mortos a bordo de seus carros. Tomando como base o estudo da NHTSA (Administração Nacional de Segurança Rodoviária dos Estados Unidos), que mostra que 30% das fatalidades em 2017 aconteceram por causa da intoxicação por álcool ou drogas, a Volvo vai instalar câmeras e sensores que monitoram o condutor e intervém se ele estiver intoxicado ou distraído.

Essa intervenção envolve desde a diminuição de potência e velocidade do carro, alertando o sistema de serviço de assistência Volvo On Call, até a total parada do carro. "Quando se trata de segurança, nosso objetivo é evitar totalmente os acidentes, em vez de limitar o impacto quando um acidente é iminente ou inevitável", diz Henrik Green, vice-presidente sênior de Pesquisa e Desenvolvimento da Volvo Cars. "Neste caso, as câmeras monitoram comportamentos que podem levar a situações de ferimentos graves ou morte."

A falta de participação ativa na direção por longos períodos, olhos fechados ou fora da estrada e saídas irregulares da faixa podem indicar que o motorista está alterado. "Há muitos acidentes que são causados por motoristas intoxicados", diz Trent Victor, professor de Driver Behavior na Volvo Cars. "Algumas pessoas ainda acreditam que podem dirigir depois de tomar uma bebida e que isso não afetará suas capacidades. Queremos garantir que as pessoas não sejam colocadas em perigo como resultado de intoxicação". Detalhes sobre a quantidade exata de câmeras e seu posicionamento no interior do carro serão informados em um momento posterior. 

Vinicius Montoia

Formado pela PUC-SP em jornalismo, Vinicius já atua no setor automobilístico desde 2013. É criador do canal Narração Esportiva do Youtube, projeto que conta a história dos maiores narradores esportivos do país

Vinicius Montoia | https://www.youtube.com/channel/UC2lKRtZdmSdMRJZ8Pim78Fw