VW quer acelerar produção do T-Cross e o Golf GTI será descontinuado

Versão esportiva do hatch médio será oferecida até o fim deste ano
Volkswagen Golf 2019

Volkswagen Golf 2019 | Imagem: Divulgação

Quem é fã do Volkswagen Golf, em especial de sua versão mais esportiva GTI, é bom ficar esperto e adquirir logo o modelo.

Depois de descontinuar as opções 1.0 e 1.4 TSI, produzindo por aqui apenas a versão GTI, a Volkswagen optou por avançar com sua estratégia de abrir espaço e acelerar a fabricação do T-Cross em São José dos Pinhais (PR). A produção do Golf GTI na unidade paranaense já encontra-se interrompida e as unidades que restam do Golf GTI devem suprir a demanda até o fim do ano.

Com isso, a Volkswagen deverá atuar apenas em um nicho de mercado com o Golf, no caso com a versão híbrida GTE importada da Europa. A opção menos poluente e mais econômica chegará às concessionárias em novembro deste ano no Brasil.

O encerramento da produção do Volkswagen Golf no Brasil ocorre há exatos 20 anos do início da fabricação do modelo por aqui, em julho de 1999. Apenas para rememorar, o hatch médio chegou ao Brasil em 1994 importado do México já em sua terceira geração e justamente na configuração GTI. A sétima, e agora última, geração produzida no Brasil entrou na linha de montagem de São José dos Pinhais em 2016.

Modelo que já figurou como um objeto de desejo entre os jovens e fãs de esportividade graças ao desempenho elevado da versão GTI, o Golf, assim como os demais hatches médios, foi atropelado pelo sucesso dos SUVs. Neste ano, por exemplo, apenas 1.076 unidades do Golf foram emplacadas em todo o território nacional. A Ford também descontinuou a gama Focus produzida na Argentina e não tem planos de retomar a oferta de modelos do segmento na região.  

Volkswagen Golf 2019
Volkswagen Golf 2019
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!