VW up! é o 7º carro a sair de linha apenas em 2021

Subcompacto da marca deixa de ser produzido e se junta uma já longa lista de carros que não são mais fabricados
Volkswagen up! 2021

Volkswagen up! 2021 | Imagem: Divulgação

Quem entrar no site da Volkswagen hoje já não vai mais conseguir encontrar o up! para venda. A marca confirmou que o subcompacto lançado em 2014 deixou de ser fabricado. O anúncio vem apenas cerca de 3 meses depois de a montadora apresentar a linha 2021 do modelo, que passou a contar com apenas quatro assentos para se adequar à legislação que exige cintos de três pontos e encostos de cabeça para todos os ocupantes.

De acordo com a Volkswagen, “essa decisão segue a estratégia de renovação do portfólio da Volkswagen, que passa pela maior ofensiva de produtos da sua história no País”. A montadora também relembrou que o up! foi o primeiro carro compacto do Brasil a conseguir nota máxima de segurança pelo Latin NCAP, além de ter sido o primeiro carro da marca a adotar o motor 1.0 TSI, turbo e flex.

Volkswagen up! 2021
Volkswagen up! 2021
Imagem: Divulgação

Ao longo de seus quase 7 anos de história, o Volkswagen up! nunca conseguir decolar em vendas, apesar de seus bons predicados. Agora, ele se junta a uma longa lista de carros que deixaram de ser oferecidos no mercado brasileiro praticamente apenas no primeiro trimestre do ano. Isso acontece ao passo em que as montadoras tentam se adequar à realidade da pandemia, com produção reduzida e escassez de componentes no mercado. Relembre agora os demais carros que deixaram de ser fabricados neste ano.

Os demais carros que saíram de linha em 2021

Ka, Ka Sedan e Ford EcoSport

Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Imagem: Divulgação

A Ford pegou o mercado de surpresa logo no começo de janeiro quando anunciou o encerramento de todas as suas atividades fabris no Brasil. Por conta disso, os carros com os maiores volumes de vendas da marca pararam de ser produzidos. Ka, Ka Sedan e EcoSport, já veteranos no mercado, não resistiram à estratégia global da marca em focar em segmentos mais rentáveis, como o de picapes e SUVs maiores.

Acima o Ford EcoSport no catálogo SE Direct 1.5 automático que atendia o público PcD
Acima o Ford EcoSport no catálogo SE Direct 1.5 automático que atendia o público PcD
Imagem: Divulgação

A marca permaneceu vendendo as unidades remanescentes, mas, no início de abril, os carros deixaram de aparecer no site oficial da Ford do Brasil, encerrando oficialmente sua história por aqui. Agora, a marca se reposicionará apenas como importadora, oferecendo a Ranger vinda da Argentina, Edge feito no Canadá, Territory importado da China e o Mustang feito nos EUA. Em breve, a marca deve começar a oferecer por aqui modelos como o Bronco Sport e a Maverick, ambos trazidos do México.

C3, Aircross e C4 Lounge

O Citroën C3 é um exemplo de carro fabricado no Brasil que conta com as luzes diurnas de LED
Citroën C3
Imagem: Divulgação

Os rumores de que a Citroën estava remanejando seu portfólio no mercado brasileiro tiveram início ainda no final do ano passado, quando alguns concessionários relataram não estar mais recebendo unidades do C3 e do C4 Lounge. Logo no primeiro dia de abril, a marca deixou de exibir os modelos em seu site oficial, enquanto o Aircross também deixou de ser oferecido.

Citroën Aircross 2020
Citroën Aircross 2020
Imagem: Divulgação

Por enquanto, resta à Citroën apenas o C4 Cactus no mercado Brasileiro. No entanto, a marca já teria planos para renovar seu catálogo. Aposta-se que a marca trará uma nova família de compactos derivado do projeto indiano C-Cubed. Ele deve dar origem a um SUV, um hatch e um sedã, todos compactos. O carro chamado internamente de C-21 deve entrar no lugar do C4 Cactus, enquanto o hatch substituiria o C3. Já o sedã ainda é um mistério para nosso mercado.