Audi A1 chega a meio milhão de unidades produzidas

Menor automóvel na linha da marca, lançado em 2010, é produzido atualmente na Bélgica

Audi A1 número 500.000 na fábrica de Bruxelas | Imagem: Divulgação

A Audi comemorou na última semana a marca de 500 mil unidades produzidas do A1 na fábrica de Bruxelas, na Bélgica. O hatch compacto, atualmente o menor veículo da montadora alemã, foi lançado em 2010. O exemplar comemorativo saiu da linha de produção na versão S Line equipada com o motor 1.4 litro TFSI, com pintura na cor vermelho Misano, que terá como destino a garagem de um cliente na Alemanha.

Durante a cerimônia, a planta da empresa recebeu a visita do Rei Philippe, da Bélgica,, o membro do conselho administrativo da Audi, Thomas Sigi, e o diretor-geral do local, Patrick Danau. "A visita do Rei no jubileu do Audi A1 é uma honra para a equipe de Bruxelas", declarou Sigi. "Nossos funcionários produzem a família A1 com experiência, habilidade e paixão, e ao mesmo tempo demonstram competitividade internacional da fábrica na Bélgica”.

O Audi A1 tem como principais mercados a Alemanha, o Reino Unido e a França. De acordo com a marca, 80% dos compradores do hatch compacto são novos para a marca, enquanto nas versões, 69% são equipadas com transmissão manual.

O A1 é oferecido no Brasil desde 2011 e foi durante dois anos (2011 e 2012) o produto mais vendido da Audi no País, ultrapassando volumes anuais de 1.400 carros. Em 2013 e neste ano, porém, o ritmo de vendas do modelo (e do segmento) caiu e o compacto acabou superado pela linha A3 e o Q3. Segundo números da Fenabrave, o A1 somou até setembro deste ano 3.235 unidades vendidas.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!