Quando filosofamos sobre a febre dos SUVs no Brasil podemos elencar facilmente dois motivos para o crescente desejo de colocar um utilitário na garagem: primeiro é a péssima formação dos condutores, pois muitos utilizam o tamanho de seus veículos para dominar a rua - quando, na verdade, a lei determina que o maior transite em prol da segurança do menor. E o segundo é a qualidade calamitosa das nossas ruas "pavimentadas". Com veículos maiores e mais preparados é possível transpor de forma bem mais fácil os obstáculos à frente, seja no asfalto ou na terra. E é justamente nesse pilar que começamos o teste do novo Mitsubishi Pajero Sport, um carro preparado para qualquer situação. Pode não parecer, pois sua cara de bonzinho nos faz crer que ele é um utilitário de madame, mas por baixo dessa carcaça há um verdadeiro troglodita capaz de suportar trilhas, alagamentos, terrenos dos mais variados e tudo isso sem esboçar fragilidade. A marca alcança outro patamar ao entregar tal capacidade off-road e, ao mesmo tempo, uma cabine confortável, conectada e espaçosa.

Design robusto, mas duvidoso

Ao bater o olho no Pajero Sport logo nos chama atenção o "Dynamic Shield", o escudo que o time de design da fabricante adotou como linha de identificação da Mitsubishi, acompanhando os faróis, entrando para contornar a grade e se abrindo para dar lugar aos faróis de neblina (com lâmpadas halógenas). O contraste se dá com os elementos cromados que perpassam a dianteira e a grade preta.

Os faróis são de LED e tem regulagem de altura, com luz diurna integrada. Há também lavador para aquelas situações em que o farol fica sujo com barro. Os retrovisores externos contam com repetidores de luz de direção de LED e, ao olhar para a lateral do veículo, dá para perceber que as caixas de roda não tem um desenho assimétrico, pois são mais afiladas na dianteira e ganham contorno maior conforme o desenho evolui. Por falar nisso, as rodas são de 18 polegadas, com acabamento diamantado, e calçam pneus 265/60 R18. Os capôs tem vincos proeminentes e o friso de linha de cintura sai dos faróis avança a lateral, quase se unindo ao vinco que chega nas lanternas.

As maçanetas são cromadas, mas o rack de teto é apenas pintado na cor prata. O estribo lateral é de série e facilita a entrada e saída do carro. Aí chegamos ao ponto mais discutível - e talvez o único - deste utilitário: as lanternas traseiras, que mais lembram a de um Honda Fit de ponta-cabeça. As luzes são de LED, mas não podemos dizer que é a lanterna mais atraente já vista. Mas para compensar há para-barro e um belo aerofólio traseiro que ajuda a manter o vidro traseiro limpo de poeira e lama.

 
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
Mitsubishi Pajero Sport 2019
Mitsubishi Pajero Sport 2019
 
 

Por dentro

O primeiro ponto a ser exaltado é a qualidade dos bancos. A Mitsubishi conseguiu construir uma estrutura com dupla densidade de espuma e com abas laterais com tamanho suficiente para não apertar e nem deixar o ocupante solto no assento. Além disso, há ajustes elétricos (somente para o motorista), revestimento de couro e o único opcional, que não é cobrado, é a cor do couro, que pode ser preto, bege, branco, marrom ou azul. Porém, os bancos da última fileira, que são o sexto e sétimo lugares, são fáceis de montar e de guardar, mas o espaço já não é suficiente para um adulto de estatura mediana. A cabeça bate no teto e, por isso, o ideal é que essa terceira fileira seja utilizada apenas por crianças.

O acabamento interno mescla o Silver Metallic com Black Piano no painel e nas portas, além de detalhes cromados no puxador da porta. Além desse interior agradável, o Pajero Sport tem uma lista de equipamentos de série interminável, uma vez que só será vendido em versão única.

O ar-condicionado é de duas zonas, automático e digital. Há saídas para todos os ocupantes, inclusive no teto para a segunda e terceira fileiras de bancos. Há teto solar, sistema multimídia com tela de 7 polegadas equipado com Android Auto e Apple Car Play, conexão Wi-Fi para conectar com Waze e Spotify, volante multifuncional com todos os comandos (de voz, áudio, computador de bordo, ACC e limitador de velocidade), tomada de 120V dentro do console central, duas entradas USB para a fileira do meio e 10 saídas de ar (sendo que oito tem comandos independentes).

Para o motorista a vida está fácil: há freio de estacionamento eletrônico, piloto automático adaptativo (aquele que freia e mantém distância segura do carro à frente), aletas atrás do volante para troca de marchas, tela de 4,7 polegadas com informações do computador de bordo no centro do painel de instrumentos, 11 airbags (dois dianteiros, dois laterais, seis de cortina e um para joelho do motorista), sensor crepuscular e de chuva, sensores dianteiro, traseiro e câmera de ré, entrada e partida sem chave (keyless), barras de impacto nas portas e sistema Isofix para cadeirinhas de crianças. O porta-malas, com bagagem até o teto, disponibiliza 971 litros, mas quando a terceira fileira está levantada o espaço cai para 255 litros.

E já que estamos falando de segurança, nada melhor do que bons freios para segurar esse gradalhão de 4,78 metros de comprimento, 1,81 m de largura, 1,80 m de altura e 2,80 m de entre-eixos. O conjunto de frenagem tem ABS, EBD (distribuição eletrônica de frenagem), BAS (sistema de frenagem de emergência) e ele foi classificado com cinco estrelas no crash-test do Latin NCAP. Outro item importante para segurança de todos os ocupantes, principalmente quando o motorista viaja sozinho, é o Brake Override System, que monitora constantemente os sinais dos pedais do acelerador e do freio. Se os dois forem acionados ao mesmo tempo e configure uma situação de emergência, o sistema reduz as rotações do motor até a parada total e controlada do veículo. Isso pode ajudar motoristas que tenham mal súbito durante uma viagem, evitando maiores danos.

Mas se acha que os itens de segurança acabaram, ledo engano. O HSA (hill Start Assist System) auxilia nas saídas em rampas, além de HDC, que limita a velocidade em descidas muito íngremes, dispensando o motorista de acionar o freio. Há ainda controle de tração (ATC) e estabilidade (ASC), aviso de colisão frontal (FCM) que atua nos freios em caso de emergência, monitoramento de pontos cegos, e ele é equipado com item à prova de distraídos, que é o Sistema de Prevenção de Aceleração Voluntária (UMS), que através de sensores dianteiros e traseiros, atua caso detectem um obstáculo próximo em caso de aceleração brusca, reduzindo a potência do motor caso o motorista erre os pedais ou a posição do câmbio. Ou seja, ainda poupa o bolso do proprietário com gastos na oficina de funilaria e pintura.

E quando falamos lá no começo que ele talvez tenha a melhor capacidade off-road em um veículo Mitsubishi, o argumento pode ser justificado com a seguinte constatação: há quatro modos de tração e mais quatro modos terreno que podem ser escolhidos pelo motorista. Ou seja, não tem como ficar atolado com o Pajero Sport 2019.

Tração 4x4

Os quatro modos de operação da tração 4x4, que podem ser escolhidas por seletor giratório no console central, são: 4x2 (2H), utilizado em vias pavimentadas, privilegiando a economia de combustível; 4x4 (4H), útil em estradas com pisos irregulares, inclusive asfalto, serras e chuva, uma vez que o sistema alterna automaticamente a tração entre os eixos traseiro e dianteiro, tendo diferencial central ativo; 4x4 HLc, que bloqueia o diferencial central, dando mais força para encarar terrenos acidentados com superfície de baixa aderência; e por último o 4x4 LLc, que é a reduzida com bloqueio do diferencial central, oferecendo o máximo de força, ideal para rochas, areia e lama. Este último só pode ser usado em velocidades baixas. A transição do 2H para o 4H pode ser feita até 100 km/h, e o mesmo é possível do 4H para o 4 HLc. Porém, quando acionar a reduzida 4 LLc é necessário parar o veículo e colocar a transmissão na posição neutra (N) e esperar alguns segundos.

E aí entram os quatro modos de terreno possíveis, como Gravel (cascalho), Mud/Snow (lama/neve), Sand (areia) e Rock (pedra). Esta seleção pode ser feita através do computador de bordo. Cada um desses ajustes muda a potência do motor, configurações da transmissão, sistemas de freios, controles de tração e estabilidade. No painel de instrumentos é possível conferir como cada roda está trabalhando nas mais diversas situações, até encarar alagamentos de 70 cm.

O carro suporta inclinação lateral de até 45°. O ângulo de entrada é de 30° e o de saída, 24°.

Ao volante

A parte mais legal de acelerar esse SUV com motor 2.4 diesel, com quatro cilindros em linha e 16 válvulas DOHC, não é a parte que ele entrega 190 cv e 43,9 kgfm de torque. Nem o câmbio automático de oito velocidades. Mas poder ver que ele realmente cumpre com o que está escrito na ficha técnica.

Na pista off-road do Velo Città, no interior de São Paulo, colocamos o carro nas mais difíceis provas, desde encarar subidas com mais de 30°, inclinação de 45°, até jogá-lo num banco de areia e atolar. Depois disso foi só acionar a tração 4 LLc, colocar na opção "sand" e sair como se nada tivesse acontecido, justificando o slogan da marca: "o Pajero Sport pode te levar para qualquer lugar." Eu diria mais, pois o Pajero Sport pode te tirar de qualquer lugar...

Que me desculpem as madames que vão comprá-lo para ir ao shopping, mas esse SUV não pode ser desperdiçado apenas com saidinhas para fazer compras. Um utilitário esportivo com tal capacidade tem que ser colocado à prova pelo menos uma vez por mês, e garanto que ele não vai achar nada ruim. Nem ele nem o motorista que estiver acionando o pedal do acelerador.

Mas não é só em terreno off-road que ele se dá bem. A suspensão, apesar de ligeiramente macia para uso em alta velocidade, permite que o carro passe por qualquer obstáculo sem transmitir os solavancos para a cabine. Mesmo em alta velocidade na estrada, o utilitário não adorna tanto em curvas, instigando o motorista a sempre procurar ir mais fundo no pedal direito, mesmo o SUV tendo 1,80 de altura.

O consumo de combustível do Pajero Sport, segundo o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) é de 8,9 km/l na cidade e 11,7 km/l na estrada. Seu tanque de combustível suporta até 68 litros de diesel, oferecendo autonomia de 605 e 795 quilômetros, respectivamente, em trecho urbano e rodoviário.

O Pajero Sport já está disponível em todas as concessionárias Mitsubishi nas cores preto, branca, marrom, azul, prata e cinza e custa R$ 265.990. 

 

Ficha técnica

Mitsubishi Pajero Sport 2019 HPE 2.4 16V diesel automático 4x4 4p
Categoria SUV grande
Motor 4 cilindros, 2442 cm³
Potência 190 cv a 3500 rpm (diesel)
Torque 43,9 kgfm a 2500 rpm
Dimensões Comprimento 4,785 m, largura 1,815 m, altura 1,805 m, entreeixos 2,8 m
Peso em ordem de marcha 2040 kg
Tanque de combustível 68 litros
Porta-malas 255 litros
Veja ficha completa

Formado pela PUC-SP em jornalismo, Vinicius já atua no setor automobilístico desde 2013. É criador do canal Narração Esportiva do Youtube, projeto que conta a história dos maiores narradores esportivos do país

Vinicius Montoia | https://www.youtube.com/channel/UC2lKRtZdmSdMRJZ8Pim78Fw