A General Motors confirmou nesta quarta-feira, 17, que produzirá o ELR, um elétrico de luxo. O modelo será vendido pela Cadillac, marca premium do grupo.

Após a venda ou fechamento de diversas bandeiras da montadora, como Saturn, Pontiac e Hummer, a GM manteve a Cadillac viva com a missão de direcioná-la para um público mais exigente que hoje vê mais alternativas nas alemãs Mercedes-Benz, BMW e Audi.

Apesar de carregar o logo da Cadillac, o futuro elétrico utilizará o mesmo sistema de propulsão do Volt, o primeiro modelo plug-in da Chevrolet. Com preço em torno de US$ 40 mil (mas que se torna mais barato com os benefícios fiscais), o Volt alia dois motores elétricos e recarga por tomada a um pequeno motor 1.4 a gasolina que alimenta as baterias quando estas estão vazias. Com isso, o modelo consegue rodar mais de 500 km.

Converj renasce

O sistema é polêmico já que para muitos trata-se de um híbrido, que utiliza duas fontes de energia. Em relação ao design, o ELR nada mais é que o Converj, um conceito revelado no Salão de Detroit de 2009. Embora tenha recebido elogios pelo se belo design, o automóvel foi cancelado na época pela antiga direção da empresa.

Agora Dan Akerson, novo presidente da GM, quer acelerar o desenvolvimento de carros ecológicos e o futuro modelo de luxo da Cadillac será um dos expoentes dessa nova safra. A dúvida que paira no ar é como a montadora fará para oferecer desempenho e sofisticação esperados por esse público sem comprometer o consumo ou as emissões de poluentes: “por enquanto, não temos nada a dizer, mas fiquem atentos”, disse o assessor da imprensa da Cadillac, Brian Corbett.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/

Veja mais notícias da marca