Nunca uma série do Camaro, que já soma 43 anos de história, foi tão forte quanto é a nova versão ZL1, apresentada pela Chevrolet nesta quarta-feira (9) no Salão de Chicago, nos Estados Unidos. São 550 cavalos de potência e 68 kgfm de torque extraídos do motor LSA 6.2 V8, o mesmo do Corvette. Ainda sem preço estipulado, o lançamento se junta ao restante da linha atual somente no início de 2012.

Para acompanhar a força extra, o Camaro ZL1 tem câmbio manual de seis marchas e dois discos de embreagem. Outro recurso para a alta performance é a suspensão com controle magnético (Magnetic Ride Control), que age de forma mais rápida que sistemas convencionais com molas e amortecedores a ar. A GM, porém, ainda não divulga dados de desempenho do carro, que tem 146 cv a mais que modelo SS, até então o membro mais forte da família.

O visual do Camaro ZL1 também foi incrementado com elementos exclusivos. As rodas aro 20” têm desenho diferenciado do restante da linha e deixam à mostra as grandes pinças de freio. O carro ainda tem um pequeno difusor aerodinâmico acima da tampa do porta-malas e as saídas de escape, quatro ao todo, são cromadas. Visto de frente, o veículo revela um sutil redesenho para-choque, que teve ainda as luzes de neblina deslocadas para as extremidades da peça.

A cabine também tem sua dose de exclusividade. O volante é revestido de camurça e os bancos contam com um tecido diferente das demais versões do Camaro. Já o pacote de itens do ZL1 é composta por assentos do motorista e passageiro com ajuste elétrico, direção com comandos de áudio e telefonia, sistema de som com conexão wireless e porta USB, sensor de estacionamento e câmera de ré, cuja imagem é transmitida no espelho retrovisor interno.

Thiago Vinholes

|

Veja mais notícias da marca