Em qualquer apresentação feita num lançamento de automóvel, os departamentos de marketing das montadoras se esmeram em explicar seus estudos sobre o que o público deseja e como aquele produto em questão pretende abocanhar essa demanda. Parece o mundo perfeito, mas curiosamente na prática muitos carros não correspondem. Às vezes também porque essas marcas não enxergam coisas óbvias.

É o caso, por exemplo, da CAOA. O grupo brasileiro, que virou sócio da chinesa Chery, é extremamente experiente na venda de veículos no Brasil, basta lembrar seu histórico com a Ford e com a Hyundai, mas no caso da Chery seu primeiro lançamento ainda não correspondeu aos extensos gastos com publicidade.

Como o Autoo alertou há um mês, o Tiggo 2, aventureiro montado no Brasil, mas que tem por volta de 20% de nacionalização apenas, não decola nas vendas. Em abril foram apenas 78 unidades e, em maio, o modelo deve beirar os 200 emplacamentos (estava com 114 até o dia 21).

É muito pouco para um produto com linha de montagem no país e que está na mídia há quase dois meses, mesmo que leve-se em conta a rede pequena da marca chinesa. Mas um aspecto chama a atenção: a CAOA decidiu lançá-lo apenas com câmbio manual.

Eis aí a estranheza em ver que mesmo com diversos estudos de mercado, uma montadora opte por lançar uma versão de baixo volume de interessados. Afinal, pagar a partir de R$ 60 mil por um modelo que bebe na fonte dos SUVs e não ter transmissão automática é pedir para errar.

Sinal disso é que a CAOA passou a anunciar desde o final da semana passada a chegada da versão automática do Tiggo 2, mas sem fornecer detalhes de data ou preço.

Se a CAOA conseguir repetir o mix da rival JAC com o T40 certamente o Tiggo 2 automático deve dar um belo salto nas vendas. Somente no primeiro trimestre, o SUV compacto chinês teve quatro vezes mais emplacamentos na versão CVT que na manual, um bom indício do que o brasileiro realmente busca

Procurada pelo Autoo sobre uma eventual data mais concreta da chegada do Tiggo2 automático ao mercado, bem como o preço e qual tipo de transmissão ele utilizará, a CAOA Chery adiantou apenas que o anúncio veículado em algumas mídias foi apenas para "criar uma demanda nas lojas", bem como a data do lançamento oficial será informada posteriormente. 

Veja também: marcas chinesas preparam SUVs de luxo para o Brasil

 
 
Anúncio da CAOA no jornal Folha de São Paulo: versão automática
 
Anúncio da CAOA no jornal Folha de São Paulo: versão automática
Anúncio da CAOA no jornal Folha de São Paulo: versão automática
Chery Tiggo 2 2018
 
Chery Tiggo 2 2018
Chery Tiggo 2 2018
Chery Tiggo 2 2018
 
Chery Tiggo 2 2018
Chery Tiggo 2 2018
Chery Tiggo 2 2018
 
Chery Tiggo 2 2018
Chery Tiggo 2 2018
 
 
Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/