A Chevrolet decidiu ser ainda mais generosa com os fãs do Camaro: apresentada no Salão de Chicago com 550 cv, a versão ZL1 terá, na verdade, 588 cv, fazendo deste o Camaro mais potente da história. O torque também aumentou, de 68 para os atuais 76,9 kgfm.

“O Chevrolet Camaro ZL1 entrega performance e tecnologia de superesportivos dentro do segmento de esportivos. Em números absolutos, ele tem mais cavalos que uma Ferrari 458 Italia, mais torque que um Aston Martin DB9 V12 e uma relação peso-potência melhor que a de um Porsche 911 Carrera GTS”, se gaba Al Oppenheiser, engenheiro-chefe do Camaro ZL1.

O motor do ZL1 é o mesmo 6.2 V8 de sempre, mas sobrealimentado. Combinado a ele está um câmbio de seis marchas, manual ou automático. Segundo a General Motors, o Camaro ZL1 é 150 cv mais potente que o primeiro modelo, de 1969. Entre os equipamentos que apimentam o comportamento do muscle car, destaque para o Magnetic Ride Control, que ajuste a pressão dos amortecedores até 1.000 vezes por segundo, garantindo mais estabilidade ao esportivo.

Rodrigo Mora

|