Chrysler mostra o Pacifica, sucessor do Town & Country

Modelo foi revelado no Salão de Detroit e, dentre as novidades, será o primeiro da categoria a contar com uma opção híbrida

Chrysler Pacifica | Imagem: Divulgação

 Um dos destaques do Salão de Detroit, evento que abre a temporada das principais mostras automotivas do ano, foi revelado nesta manhã. Trata-se do Chrysler Pacifica, modelo que entra no lugar da van grande Town & Country dentro da gama da marca.

A novidade também estreia uma nova plataforma da marca, que promete conferir melhor dirigibilidade, redução na vibração e ruídos, além de melhorar a rigidez em relação à arquitetura utilizada até então no Town & Country, um dos modelos mais importantes da linha Chrysler.

Com isso, o Pacifica é 136 kg mais leve que o antecessor e pesa 1.964 kg em sua versão de entrada, um número bom considerando o porte do monovolume. Todas as configurações do Pacifica contam com rodas de liga leve aro 17”.

No campo dos motores, o Pacifica terá duas opções a gasolina. A primeira trata-se do já conhecido motor 3.6 V6 de 287 cv ligado ao câmbio automático de 9 marchas. Já a segunda é a grande novidade do modelo, uma variante híbrida utilizando o mesmo V6, porém com potência reduzida para 248 cv, trabalhando em conjunto com um motor elétrico. Segundo a Chrysler, o conjunto de baterias de 16 kWh pode ser carregado em até duas horas e certamente vai ajudar a reduzir o consumo da van. Com isso, o modelo é o primeiro da categoria a oferecer esse tipo de propulsão.

A Chrysler também adiantou que logo após o lançamento do Pacifica no mercado norte-americano ele receberá o sistema start-stop. Procurada pelo AUTOO, a assessoria de imprensa da Chrysler adiantou que o Pacifica deverá chegar ao Brasil em 2017. 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!