Com base de Renegade e Compass, Dodge Hornet é a promessa para reviver marca

Modelo deverá estrear por volta do fim deste ano e ganha projeções
Projeção do site Kolesa antecipando o Dodge Hornet

Projeção do site Kolesa antecipando o Dodge Hornet | Imagem: Kolesa/Nikita Chuiko

Aqui no Brasil é fato que contamos com um bom vínculo com a marca Dodge, que remete ao fim da década de 1960 com a produção local do Dart, passando pelo Polara nas décadas de 1970 e 1980 e, por fim, chegando até o ano de 2001, quando a picape média Dakota foi descontinuada. 

Entre os modelos importados, a Dodge também conseguiu manter sua relevância no mercado com o Journey, uma interessante proposta para famílias que precisam de um modelo 7 lugares capaz de oferecer muito conforto e um competente motor V6 sob o capô. 

Agora controlada pela Stellantis, a Dodge deverá ganhar novo fôlego e um produto importante está a caminho.

Trata-se do Hornet, SUV que nasceu como um irmão do Alfa Romeo Tonale e traz em sua proposta a ênfase na esportividade, uma das características da marca norte-americana, famosa por muscle cars como o cupê Challenger. 

A previsão é que o Dodge Hornet deverá fazer sua estreia global até o fim deste ano, porém o site Kolesa já realizou duas interessantes projeções antecipando a novidade, tomando como referência alguns flagras recentes. 

Projeção do site Kolesa antecipando o Dodge Hornet
Projeção do site Kolesa antecipando o Dodge Hornet
Imagem: Kolesa/Nikita Chuiko

O Hornet usa como base a versátil plataforma Small Wide, que, aqui no Brasil, oferece suporte aos projetos de Fiat Toro, Jeep Compass e Jeep Renegade. 

Está prevista uma opção híbrida plug-in para o Dodge Hornet, a qual compartilha a mecânica com o Compass 4xe, agregando o motor 1.3 turbo a outros dois propulsores elétricos, sendo um deles instalado entre as rodas traseiras para conferir tração integral ao SUV. 

No caso do Dodge Hornet eletrificado, a expectativa é que a potência combinada fique em torno de 275 cv, com a autonomia em modo elétrico alcançando 60 km. 

Hoje em dia sem produtos novos no Brasil, a Dodge ainda mantém seu site comercial ativo para atender proprietários de carros da marca. Vale ressaltar que a fabricante lançou recentemente, no México, a nova geração do Journey baseada no SUV chinês GAC GS5. Tanto ele quanto o Hornet poderiam figurar como alternativas para nosso mercado caso a Stellantis considere “reativar” a Dodge por aqui. A conferir futuramente.