Confira detalhes dos 5 sedãs mais econômicos do Brasil

Lista tem modelos híbridos que fazem até 18,3 km/l de consumo na cidade
Honda Civic 2023

Honda Civic 2023 | Imagem: Divulgação

Chega janeiro e vem sempre aquela mesma história de economizar para compensar o gasto no final de ano. E o combustível, sem dúvida, é um dos principais vilões que impactam no cálculo inflacionário do brasileiro.

VEJA TAMBÉM:

Por isso, os modelos flex e híbridos podem ser a saída para o menor gasto com combustível e é uma tendência para o mercado automobilístico brasileiro.

De olho nesse contexto, conheça os cinco sedãs mais econômicos que você pode comprar, segundo o ranking elaborado pela plataforma on-line de vendas de veículos InstaCarro, com dados de consumo divulgados pelo Inmetro.

 

5º-Fiat Cronos

Fiat Cronos 2023
Fiat Cronos com motor 1.0 flex e câmbio manual consegue fazer até 16,1 km/l de gasolina na estrada
Imagem: Divulgação

O sedã chegou em 2018 importado da Argentina, inicialmente com motores 1.3 e 1.8, mas em 2023, passou a vir com motor mais econômico 1.0 com seis válvulas aspirado (75/71 cv de potência e torque de 10,7/10 kgfm), sempre associado à transmissão manual de cinco velocidades.

Graças ao novo conjunto motriz que foi responsável por ter um dos menores consumo de combustíveis da categoria, em novembro, o Cronos vendeu 5.572 unidades, segundo a Fenabrave. Isso representa uma alta de 13% se comparado com outubro.  

Consumo com gasolina: 14 km/l (cidade) e 16,1 km/l (estrada)

Consumo com etanol: 9,9 km/l (cidade) e 11,4 km/l (estrada)

 

4º- Chevrolet Onix Plus

Chevrolet Onix Plus 2021
Chevrolet Onix Plus logo deverá receber mudanças, mas ainda é um dos sedãs mais eficientes do mercado
Imagem: Divulgação

Ele foi lançado em 2019 para substituir o Prisma, mantido por algum tempo na linha com o nome Joy Plus. Hoje, ele é o vitorioso entre os sedãs mais vendidos no acumulado com 68.516 unidades.

No caso da configuração sedã do Onix, batizada de “Plus”, ela está disponível em seis configurações diferentes de versões e motores com opções de câmbio manual ou automático. O modelo de entrada vem com motor aspirado 1.0 de três cilindros que junto ao câmbio manual de seis marchas rende 82/78 cv de potência e 10,6/9,6 kgfm de torque. 

Consumo com gasolina: 13,6 km/l (cidade) e 17,5 km/l (estrada) 

Consumo com etanol: 9,5 km/l (cidade) e 12,4 km/l (estrada)

 

3º-Toyota Camry Hybrid

Toyota Camry 2023
Toyota Camry com sistema híbrido faz até 17,4 km/lde gasolina em trechos rodoviários, diz o Inmetro
Imagem: Divulgação

Elegante e imponente, o “irmão” maior do Corolla ganhou a versão híbrida a partir de 2022, perdendo a clássica motorização de seis cilindros em V. Conta com um moderno motor 2.5 de quatro cilindros de 178 cv e 22,5 kgfm de torque que é ligado a outros três propulsores elétricos, e juntos rendem mais 120 cv e 20,6 kgfm. A transmissão é automática do tipo CVT.

Considerado um sedã de grande porte, o Camry vem resistindo ao enxuto mercado cada vez mais sedento por SUVs. Prova disso é que um dos carros-chefe da marca na América do Norte ganhará uma nova geração.

Consumo com gasolina: 17,4 km/l (cidade) e 15,3 km/l (estrada)

 

2º-Toyota Corolla Flex Hybrid

Toyota Corolla passará a ter grade dianteira em formato  de colmeia entre as mudanças estéticas
Toyota Corolla passará a ter grade dianteira em formato de colmeia entre as mudanças estéticas
Imagem: Divulgação

O único sedã flex híbrido do mercado está equipado com motor 1.8 flex de 101/98 cv e 14,5 kgfm de torque, e mais dois motores elétricos de 72 cv. Em parceria com o câmbio automático do tipo CVT, traz uma potência combinada de 122 cv e torque combinado de 16,6 kgfm. 

Na linha 2024, tanto a opção 2.0 flex quanto a 1.8 híbrida flex ficaram até 9% mais econômicas, mesmo sem alterarem as suas respectivas potências. No caso da versão Hybrid, os dados de consumo estão logo a seguir.

Consumo com gasolina: 17,9 km/l (cidade) e 15,4 km/l (estrada)

Consumo com etanol: 11,8 km/l (cidade) e 10,5 km/l (estrada)

 

1º-Honda Civic Híbrido

Honda Civic 2023
Honda Civic é o campeão de economia na estrada, com 18,3 km/h, de acordo com dados do Inmetro
Imagem: Divulgação

O Civic já tem uma boa imagem consolidada por aqui desde o começo da década de 1990 e durante um bom tempo ficou entre os sedãs mais vendidos do Brasil junto ao Toyota Corolla. Com várias versões e configurações motrizes, estava faltando chegar a híbrida. 

Importado da Tailândia, desde 2021, atualmente o sedã da Honda só é vendido com motor híbrido, no caso um 2.0 aspirado a gasolina (143 cv e 19,1 kgfm) que atua em conjunto com mais dois elétricos (184 cv e 32,1 kgfm). Junto a eles há uma transmissão CVT de uma marcha que propicia uma condução suave e eficiente.

Consumo com gasolina: 18,3 km/l (cidade) e 15,9 km/l (estrada)

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Honda Civic 2023

Honda Civic 2023

Toyota Corolla passará a ter grade dianteira em formato  de colmeia entre as mudanças estéticas

Toyota Corolla passará a ter grade dianteira em formato de colmeia entre as mudanças estéticas

Fiat Cronos 2023

Fiat Cronos 2023

Recomendados por AUTOO

Youtube
Fiat Fastback Abarth

Fiat Fastback Abarth

SUV Cupê tem veneno na medida certa
Aviação
Áustria terá ajuda da Holanda para comprar seus Embraer KC-390

Áustria terá ajuda da Holanda para comprar seus Embraer KC-390

Rival do Hercules deve chegar ao país da Europa em 2027
MOTOO
Veja os preços da nova Zontes 350!

Veja os preços da nova Zontes 350!

Novas T350, T350x, R350 e V350 aparecem em site da empresa