Corolla e Civic dominam em março entre os sedãs médios

Modelos de Toyota e Honda caem, mas muito menos que os rivais. Chevrolet Cruze e VW Jetta perdem cerca de 50% das vendas
Toyota Corolla 2020

Toyota Corolla 2020 | Imagem: Divulgação

É provável que o mês de março tenha sido o último período de emplacamentos de veículos novos a não sofrer pesadamente as consequências do novo coronavírus no Brasil por conta do fechamento das concessionárias. Nesse cenário, os dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) para os sedãs médios em março apontaram a liderança do Toyota Corolla com perdas consideráveis, mas não preocupantes dado o cenário.

O sedan da Toyota registrou 3.643 unidades no mês passado, contra 4.513 em fevereiro. Apesar da queda, o modelo se manteve com folga na liderança do segmento. No segundo lugar permanece o Honda Civic. Enquanto no segundo mês do ano o modelo anotou 1.910 emplacamentos, no mês passado, as vendas caíram para 1.356 unidades.

Na sequência, aparece o Chevrolet Cruze, com apenas 656 emplacamentos. Em fevereiro, o modelo da GM tinha registrado 1.131 unidades comercializadas. Na quarta posição, aparece outro modelo com pesada queda no comparativo entre março e fevereiro. O Volkswagen Jetta anotou no mês passado 353 unidades, contra 771 emplacamentos no segundo mês de 2020. 

Veja os 10 sedãs médios mais vendidos em março de 2020

1º Toyota Corolla - 3.643 unidades
2º Honda Civic - 1.356 unidades
3º Chevrolet Cruze - 656 unidades
4º Volkswagen Jetta - 353 unidades
5º Mercedes-Benz Classe C - 194 unidades
6º Nissan Sentra - 123 unidades
7º Mercedes-Benz Classe A Sedan - 113 unidades
8º Audi A3 Sedan - 101 unidades
9º Kia Cerato - 60 unidades
10º Audi A5 - 23 unidades

Honda Civic 2020
Honda Civic 2020
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!