Este é o novo Fiat Palio 2013

Reprojetado por inteiro, hatch estreia no final do ano no Brasil e quer repetir sucesso do novo Uno

Novo Palio 2013: visual que lembra um mini-Punto | Imagem: Leonardo Andrade

Em 1996, o Palio surgiu com a missão de suceder o Uno e foi o projeto nacional mais ambicioso da Fiat. Só que como carro popular, o Uno não tinha substituto. Em vez disso, o Palio virou uma opção mais equipada e potente de compacto, além de dar origem a uma família de sucesso que inclui o sedã Siena, a perua Palio Weekend e a picape Strada.

Leia também: Fiat lança o novo Palio com preços a partir de R$ 30.990

Desta vez, a Fiat entendeu o recado dado pelo mercado e tratou Uno e Palio como projetos complementares. O primeiro, conhecido pelo código 327, virou um carro “lúdico”, com visual divertido e proposta de agradar a um público misto, tanto é que possui versões urbanas, com toques off-road e também esportivo – mas sem nenhuma virtude nesses aspectos.

Já o novo Palio, que estreia no Brasil no final deste ano, virou o projeto 326 focado em oferecer um veículo mais esportivo, como mostramos nas ilustrações produzidas com exclusividade para o AUTOO. Ao contrário, do Uno, o Palio continuará a ter uma família numerosa, mas com visual personalizado. O novo Siena, por exemplo, terá linhas mais elegantes para emplacar um caráter executivo no modelo.

Punto com 500

Se no novo Uno, a Fiat criou o chamado estilo “rounded square”, ou quadrado arredondado”, no novo Palio, as formas são mais previsíveis. A fonte de inspiração foi o Punto, seu irmão maior. A carroceria será mais longa e esguia e os faróis, de dupla parábola. A frente exibe uma imensa grade inferior semelhante a do Punto Evo europeu, mas com o friso cromado conjugado ao logotipo da marca, característico do 500.

A traseira também segue a receita do Punto, com lanternas verticais, porém, com a base alargada, num resultado bastante agradável. Assim como outros Fiat, ele terá alguns elementos plásticos aplicados à carroceria como o visto no para-choque traseiro. Sinal da maior qualidade do veículo são as maçanetas de puxar, ao contrário das que equipam o Uno.

Já o interior do novo Palio será uma colagem de itens conhecidos do consumidor. O volante terá o miolo circular como o do Uno, mas com comandos satélites nos raios. O painel de instrumentos será semelhante ao de outros carros maiores, com quatro conjuntos circulares. O console central foi pensado de maneira semelhante ao do Uno, com a parte superior destacada e alojando o rádio. Já na parte inferior, o sistema de ar-condicionado no mesmo estilo do irmão menor.

antes
depois

Em compensação, o acabamento será mais cuidadoso. Um exemplo? Os encostos de cabeça serão articulados e não fixos, como observou o blog Autos Segredos em um flagra. O site ainda notou que o painel será bicolor, combinando preto e cinza.

Motores para todos os gostos

Como tem a missão de ligar os modelos Uno e Punto, o Palio precisará de muitas versões. Por isso, é importante oferecer uma gama de motores variada. Ou seja, o Palio terá desde modelos populares até bem potentes – o 1.0 e o 1.4 Evo do Uno e também o motor 1.6 16V E.torQ nas versões mais caras. Os câmbios manuais e Dualogic também seguem em linha. E até uma versão Sporting é cotada (veja como pode ficar).

Embora compartilhem a chamada plataforma, em outras palavras, os componentes principais como suspensão, sistema de direção, motores e transmissão, o Palio promete ser mais espaçoso, um dos problemas da geração atual, e também mais estável e prazeroso de guiar. Tudo isso para enfrentar uma nova série de rivais como o Hyundai i15, Nissan March e o Toyota Etios, além dos concorrentes tradicionais como o Gol e o futuro sucessor do Celta. Pelo que promete o novo Palio, a Fiat está no caminho certo.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!