Evoque terá somente motores híbridos; Defender ganhará uma versão maior

Após anúncio de novo plano estratégico, Jaguar Land Rover deverá apostar na eletrificação e diversificação dos modelos
Acima a presente geração do Range Rover Evoque

Acima a presente geração do Range Rover Evoque | Imagem: Divulgação

Desde o início de março, o grupo Jaguar Land Rover vem anunciando mudanças. Hoje controlada pela gigante indiana Tata Motors, a empresa informou um novo plano estratégico, onde a Jaguar passaria a ser 100% elétrica a partir de 2025 e toda sua operação seria carbono neutro já em 2029. Os efeitos da decisão já começam a aparecer.

De acordo com o Autocar India, os modelos da Land Rover passarão a contar apenas com motorizações híbridas ou eletrificadas a partir de 2026. Nos próximos anos, os modelos usarão uma de duas plataformas: MLA, para motores a combustão, e a EMA, específica para elétricos. As informações teriam sido compartilhadas em uma reunião com investidores.

Land Rover Discovery Sport 2020
Land Rover Discovery Sport
Imagem: Divulgação

Os primeiros detalhes vazados dão conta de que a nova plataforma EMA será apresentada em 2024. Ela será usada pelas próximas gerações de modelos como Land Rover Discovery Sport e o Range Rover Evoque. Apesar de pensada para elétricos, com a construção ao redor do espaço para as baterias no assoalho, os modelos ainda poderiam usar conjuntos eletrificados com motores a combustão compactos e eficientes.

Defender 130 irá voltar

Land Rover Defender 2020
Land Rover Defender 110
Imagem: Divulgação

A configuração mais longa do clássico modelo da Land Rover era oferecida com carroceria de picape na geração original. Agora, isso deve mudar. De acordo com o Automotive News Europe, o novo Defender 130 manterá as linhas dos SUVs 90 e 110 já apresentados, mas com foco no maior espaço interno. Sua chegada deve ocorrer nos próximos 18 meses.

Informações vazadas antes da apresentação do novo Defender já apontavam para o retorno da versão 130, tendo 5,1 m de comprimento. Para comparação, o 110 tem 4,76 m. O entre-eixos, porém, manter-se-á em 3,02 m. A ideia seria que a novidade poderia oferecer capacidade para levar até 8 passageiros. O lançamento deveria ter ocorrido ainda no ano passado, mas pandemia atrasou o cronograma da empresa. As opções de motorização e tração devem ser as mesmas do novo Defender 90 ou 110.