Ford inicia produção do novo Mustang

Nova geração do muscle-car agora é global e será vendida em mais de 120 países, inclusive no Brasil

Ford Mustang 2015 na linha de produção de Michigan | Imagem: Divulgação

A Ford iniciou na semana passada a produção em série do novo Mustang. Trata-se da primeira geração do musclecar que será oferecida em outros mercados, além do norte-americano. De acordo com a marca,120 países receberão o modelo, sendo 56 mercados na versão com o volante na esquerda e 25 com o volante na direita.

Apesar disso, grande parte da produção do novo Ford Mustang continuará sendo destinada aos Estados Unidos e os demais mercados da América do Norte. A versão conversível do novo modelo deverá estrear na linha de produção nos próximos meses.

No ano passado, a planta de Michigan, onde o modelo é produzido, foi atualizada como parte de um investimento de US$ 555 milhões, com direito a área de carroceria flexível de última geração (que pode produzir vários modelos na mesma linha), tecnológicas de pintura com três camadas consecutivas, solda a laser e detecção de sujeira. A unidade fabril norte-americana tem capacidade para produzir cerca de 220 mil unidades por ano, com 3 mil trabalhadores operando em dois turnos.

Veja mais: Novo Ford Mustang terá câmbio de 10 marchas

Pelo menos nos EUA, o Ford Mustang 2015 estará disponível nas concessionárias a partir de novembro, com três motores. O primeiro é um 3.7 V6 de 300 cv, com preço sugerido de US$ 23,6 mil (algo em torno de R$ 54 mil). Na segunda versão, o modelo vem equipado com o novo bloco 2.3 EcoBoost de 314 cv, pelo preço de US$ 25.170 (cerca de R$ 57 mil). Por fim, há o 5.0 V8 com 441 cv, por US$ 32.100 (aproximadamente R$ 73 mil).

Já no Brasil, o novo Mustang será apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, que acontece entre os dias 30 de outubro e 9 de novembro. As vendas do novo modelo por aqui ainda não foi confirmada, mas deverá acontecer a partir do primeiro semestre de 2015.