Ford investe US$ 135 mi em elétricos

Fabricante quer acelerar os processos de desenvolvimento de baterias para a próxima geração de carros híbridos e elétricos

Ford Focus Eletric | Imagem: Ford

A Ford está decidida a avançar no ramo dos automóveis elétricos. A fabricante anunciou nessa quinta-feira (16) o investimento de US$ 135 milhões (cerca de R$ 272,3 mi) para construção de um novo “Centro de Excelência de Eletrificação” em Dearborn, nos EUA, que terá a missão de desenvolver componentes chave e, sobretudo, baterias mais eficientes para a próxima geração de carros alternativos do grupo.

Segundo a montadora, a novo centro de pesquisa empregará mais de 1.000 engenheiros focados somente em criar soluções para veículos movidos por energia elétrica.

Com o contingente ampliado, a Ford afirma que será possível dobrar as operações de testes com baterias, acelerando em até 25% o processo de desenvolvimento. Além de tornar a tecnologia mais eficiente, a montadora também quer torná-la acessível. De acordo com a marca, os investimentos na área devem reduzir em até 30% o preço dos conjuntos mecânicos elétricos de sua próxima linha de carros “verdes” - atualmente o alto preço das baterias é um dos empecilhos para a disseminação dos carros híbridos e elétricos.

A linha de carros alternativos da Ford é composta atualmente por cinco modelos, todos baseados em carros com motorização a combustão convencional. São eles o Focus Eletric, a minivan C-Max nas versões Hybrid e Energi Plug-in e o sedã Fusion também nas opções Hybrid e Plug-in, no qual as baterias do sistema híbrido podem ser recarregadas em tomadas elétricas residenciais.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!